segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

"Religulous" : não perca esse filme !

A HBO está passando esta semana o filme "Religulous" (uma mistura de religion com ridiculous) no qual o comediante Bill Maher entrevista religiosos pelo mundo e faz a eles perguntas desconcertantes sobre seus dogmas e, claro, recebe respostas nos mais variados niveis de idiotice, desde os que engasgam e nada respondem aos que quase o agridem.
Imperdível.

Trailler aqui: http://www.youtube.com/watch?v=WZbVYK0Ztfs

domingo, 27 de dezembro de 2009

Porque será que deus não gosta de amputados?


Um minutinho para uma reflexão rápida: desde os tempos de Abrahão há relatos de curas milagrosas, operadas por deus, Jesus, Maria ou algum santo.Há curas de quase todo tipo: cancer, cegueira, paralisia.

Se uma pessoa é cega e crente reza pelo que? Para ver, claro.

E um amputado, alguém sem uma perna ou um braço, naturalmente rezaria pedindo a deus que restaurasse seu membro perdido.

Mas não há um só caso registrado de um mutilado que tenha sido atendido, nunca houve em milênios um só amputado que tenha visto sua perna perdida voltar.

Porque será? O que terá deus contra os amputados?
Esta questão há séculos é colocada nas discussões ateistas x religiosos e parece, à primeira vista, infantil, primária.
Mas não é.
É, na verdade, irrespondível.
Se uma pessoa tem cancer, reza e fica curada pode dizer que foi um milagre; se é paralítica e volta a andar, milagre também.
Mas esses casos (quando não são fraudes, o mais comum) podem ser explicados pela medicina: um cancer terminal regredir ou uma ligação nervosa rompida ser restaurada são ocorrencias raras porem explicaveis.
A volta de uma perna ou braço amputado seria um milagre inquestionável, pois a ciência não teria para o caso nenhuma explicação plausivel.
Um único membro restaurado pela força das preces seria uma prova inequívoca da existência de uma divindade onipotente.
Lineu deixaria de ser ateu no ato.
Mas, como sabemos, isso nunca aconteceu em milênios. Nem um único dedinho, nada.
É como se deus dissesse: atenção cancerosos, cegos, tuberculosos, leprosos: sejam bons, tenham fé, rezem e torçam por um milagre.
Amputados, esqueçam. Esse milagre eu não faço.

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Feliz Natal !


Como? Um ateu desejando feliz natal?
Sim, sem problemas... a religião entra nas nossas vidas mesmo que não queiramos, basta andar pelas ruas e assistir TV para se ver inundado de papais noeis e jingle bells.
Desta forma a festa acaba perdendo muito de seu aspecto religioso e vira um evento do calendário como o carnaval: natal é hora de dar presente, se reunir com a família e ceiar.
Como se sabe Jesus, se existiu mesmo, não nasceu em Dezembro, nem em Belém, mas entre a realidade e a lenda as pessoas em geral ficam com a lenda e hoje não é dia de estragar a ilusão de ninguém.
Assim... feliz natal a todos!

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Filho de deus com uma virgem, fez milagres, foi crucificado e ressuscitou. Jesus? Não, errou!!


Texto do ateus.br que relaciona inúmeras divindades que teriam sido geradas por deus com uma virgem. Vários foram crucificados, alguns ressuscitaram e mais de um nasceu dia 25 de dezembro! Se você gosta de crer em lendas, escolha a sua:

4000 anos AC., na mitologia Mesopotâmia, já existia a lenda de que Gilgamésh nasceu da Deusa Ninsun com o rei Lugalbanda.

Há 3500 anos a.C., na lenda indiana de Vexo, já existia a versão de que, no Palácio de Madura, o Deus Vishnu apareceu a Lacmy, informando que sua filha Devanaguy geraria um filho-deus chamado Krishna, e que para cumprir os desígnios divinos, Devanaguy deveria continuar virgem...

Em 3000 AC no Egito já existia a lenda do deus Horus que nasceu no dia 25 de dezembro, a noite mais longa do ano, o dia em que o Sol renasce no horizonte, e onde se comemorava o "Sol invicto". O Nascimento de Horos foi anunciado por uma Estrela e acompanhado por 03 Reis. Hóros foi um “Messias solar” que lutava contra o Deus das trevas Set. Assim como Jesus, Hórus começou a pregar aos 12 anos e foi batizado com água aos 30 anos, por Anup. Horos tinha 12 discípulos, fazia milagres e andou por sobre as águas. Horus era chamado de “Filho de Deus”, de “Luz do Mundo”, de “A Verdade”, de “O Caminho”, etc.. Hórus lutou durante 40 dias no Deserto contra as tentações de Satã. Era representado por um T, fazia parte da Trindade Atom (o pai), Hórus (o filho) e Rá (o Espírito). Foi Traído por Tifão, foi crucificado, foi enterrado, mas ressuscitou 03 dias depois.

Em 1200 a.C. na Persa já existia a lenda de que o deus Mitra nasceu no dia 25 de dezembro, na Pérsia antiga (atual Irã), da virgem Aúra-Masda; Teve 12 discípulos, praticou milagres, morreu crucificado, mas ressuscitou no 3º dia; Era chamado de “A Verdade”, “A Luz”. Foi batizado; Veio para lavar os pecados da humanidade; E durante o culto ao deus Mitra era servido pão com uma bebida alcoólica.

Em 1200 a.C. na mitologia romana temos o deus Attis, que nasceu na Frígia, no dia 25 de dezembro, da virgem Nana. Foi atraiçoado, martirizado, crucificado e colocado num túmulo, mas reviveu depois de 03 dias.

Em 900 a.C. na lenda hindu, o Deus Krishna, nasceu no dia 25 de dezembro, de uma virgem. Uma estrela avisou a sua chegada, fez milagres. Após morrer, ressuscitou.

Em 500 a.C o deus grego Dionísio: nasceu de uma virgem, foi um peregrino (viajante), transformou água em vinho, era chamado de rei dos reis, alpha e ômega. Após morrer ressuscitou.

Na mitologia indiana a virgem Maya sonhou que manteve relações com um elefante sagrado e acabou parindo o Buda.

Hércules teria nascido da virgem Alcmena, que foi fecundada por Zeus.

Zarathustra foi outra divindade solar da qual os cristãos se apropriaram para criar a mitologia do personagem Jesus Cristo, pois a mãe de Zarathustra (ou Zoroastro) , ainda virgem, foi fecundada por um raio de luz enviado dos céus, pelo Deus Ahuramazda. Quando bebê, os inimigos de Zarathustra tentaram martirizá-lo, a fim de que Zarathustra não chegasse à maturidade e não cumprisse a sua missão divina. Zarathustra foi tentado pelo Diabo quando se encontrava no Deserto...Na lenda de Zarathustra há o dualismo do Bem x Mal, o deus criador e do messias. No fim de 9.000 mil anos, ocorrerá a segunda vinda de Zaratustra. E haverá o julgamento derradeiro das almas de todos os mortos.
Nessa nossa humanidade nada se cria, tudo se copia. Até os deuses.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Nossa Senhora: afinal, quantas existem?


Fui à casa de um amigo e lá encontro na cozinha algumas imagens, as populares santinhas. Vi que havia algumas Nossas Senhoras, de vários tipos. Perguntei a ele qual a diferença entre uma Nossa Senhora e outra e ele, depois de pequena hesitação, respondeu:
-São santas diferentes.
Nem são diferentes e nem são santas, segundo os dogmas católicos.
Mas para meu amigo são detalhes pouco importantes, o que importa é sua fé.
É impressionante como é fácil acreditar quando queremos muito... a lógica é colocada de lado assim que nossa tola necessidade por consolo religioso fala mais alto.
Ele, esse amigo, acende velas, reza junto àquelas estatuetas, quase entra em transe, emocionado. Mas quando eu pergunto de quem se trata, a quem ele reza, sequer sabe responder com exatidão.
Mas, afinal, quantas Nossas Senhores existem? Jesus teve mais de uma mãe?

Encontrei na internet (http://paginasmarianas.blogspot.com/2007/12/existem-vrias-nossas-senhoras.html ) a seguinte explicação:

"Existem várias Nossas Senhoras?
Não existe nenhuma diferença quanto à Pessoa Venerada; trata-se sempre da mesma Virgem Maria, Mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo que aparece na Bíblia.São apenas diferentes invocações ou títulos que lembram os lugares em que Ela apareceu, ou o modo como Ela se manifestou, ou algum privilégio de que Ela está adornada, ou finalmente algum aspecto especial pelo qual Ela deve ser venerada."

Traduzindo, é como se fossem varias personagens da carreira de uma mesma atriz.
Em cada lugar onde ela apareceu, um nome.
Eu achei 81 diferentes Nossas Senhoras, se para cada uma corresponde uma aparição eu diria que sem dúvida NS é de longe a recordista.
O curioso é que até virgem Maria negra há.
Pode haver alguma oriental, mas desconheço.
Se a pessoa for devota de uma e rezar para a outra, é atendida?
Para a igreja, Maria não é exatamente uma santa, porque isso a colocaria no mesmo nível
de Tereza, Clara ou Isabel.
Maria é a mãe de deus, é uma divindade. Faz parte da família divina, já que o suposto pai é deus e seu filho Jesus também. Logo, Maria não poderia ser nada menos que uma deusa.
Ou algo assim.

Os gregos tinham deuses, deusas, semi-deuses.
Os católicos tem deuses, deusas, santos.
Os gregos eram bem segmentados: da guerra, do amor, dos oceanos.
Os católicos também: o dos casamentos, o do clima, o das causas difíceis.
Os gregos faziam promessas e pedidos aos seus semi-deuses.
Os católicos fazem promessas e pedidos aos seus santos.

Não mudou muito.
.

domingo, 20 de dezembro de 2009

Você acredita na bíblia? Tem certeza ?


Post repetido... mas essa ilustração tem um poder de síntese incrível, descreve tudo que eu penso sobre a bíblia "sagrada". Como nem todo mundo passeia lá pelos posts mais antigos... de tempos em tempos eu a coloco aqui novamente.
Em tradução livre:
A bíblia é a palavra de deus.
Como ter certeza disso?
Porque está escrito na bíblia.
E porque acreditar na bíblia?
Porque ela é infalível.
Como sabe que ela é infalível?
Porque a biblia é a palavra de deus!!!Genial.
É o que eu chamo de looping mental, uma arma muito usada pelas religiões.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Angelim agradece ao Santo por gol.

É mais uma daquelas notícias que mostra a total insensatez de certos comportamentos das pessoas religiosas... o "abençoado" zagueiro credita a Padre Cícero o gol que marcou na final do brasileirão e que deu o título ao Flamengo. Quem quiser ler a bobagem completa segue o link do globo.com:

http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/Campeonato_Carioca/0,,MUL1416458-9835,00-ANGELIM+E+OS+MILAGRES+DE+PADRE+CICERO.html

Imaginem, só imaginem, que o goleiro que tomou o gol seja devoto de... N.S. de Aparecida, a quem teria provavelmente rezado para não tomar gol e ser campeão. Muito bem, como será que a coisa se resolveu lá no "céu" ? Terá o poderoso padim Ciço chutado as canelas da mãe de Jesus pra fazer a bola entrar ??

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Padre morre esfaqueado em tentativa de assalto em Itajaí (SC)

O padre Alvino Broening, 46, morreu na madrugada desta segunda-feira após ser esfaqueado diversas vezes em uma tentativa de assalto na rodovia BR-101, na cidade de Itajaí (SC). O criminoso fugiu com o carro da vítima.

(...deus devia estar distraido com alguma guerra ou com muitos pedidos chegando em oração ao mesmo tempo... )

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Um pouco de humor, graças a deus.


Rapaz, preciso de férias! Parece que vou ter que estar em todos os lugares de novo hoje...

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Plenário do STF nega data alternativa do Enem para judeus

Era só o que faltava... estudantes judeus não querem fazer a prova do Enem em um sábado. Imaginem se a moda pega...vamos ter que ter datas e horários alternativos de acordo com a religião de cada um?
Esses dogmas tolos são insuportáveis... será que deus, jeová ou sei lá quem está mesmo lá no "céu" conferindo quem trabalha, anda de elevador ou vê TV em um sábado?
Esse deus, seja qual for, quer o que exatamente dos seres humanos?
Que orem as 5 da tarde virados para Meca?
Que paguem 10% de tudo que ganham para a igreja?
Que não trabalhem aos sábados nem misturem carne com leite?
Que imolemos virgens no altar?
Será que deus, se existisse, não ficaria mais feliz se simplesmente fossemos boas pessoas, honestas, respeitadoras das leis??
Religião: se você pensar bem, cai fora.

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Políticos corruptos se abraçam e agradecem a deus pelo fruto do roubo.


É daquelas coisas que causam espanto, a gente acha que já viu de tudo mas essa cena nem Dante imaginou: 3 políticos de Brasilia, da quadrilha do Sr. Arruda, são filmados dividindo maços de dinheiro e em seguida se abraçam e rezam, para agradecer a deus.
Deu vontade de vomitar.
Eu imagino a oração:

Obrigado, Senhor, por mais esse desvio de verba bem sucedido, agradecemos
por não termos sido pegos até hoje, amém.

Pois é, amém.

http://www.youtube.com/watch?v=g28Bbf9l4Tk&feature=player_embedded#

Igreja, uma atividade cheia de graças.



Em 2009 a reportagem da Folha de São Paulo abriu oficialmente uma nova igreja, em apenas 8 dias, gastando pouco menos de R$ 500,00 em taxas e emolumentos.
O detalhe é que essa igreja passou a ter isenção total de impostos.
Não paga ISS nem sequer IPTU.
Claro, zero de IR, PIS, COFINS.
Isenção total.
Não precisa nem ser uma igreja mesmo, basta dizer que é.
A isenção é extensiva aos pastores e bispos. E bispas, claro.
Enquanto isso o rebanho de ovelhas paga quase 40% de carga tributária.
Mas para qualquer um que se declare uma igreja, zero.
Evangélica, cristã, mórmon, qualquer uma.
Ah, e se o pastor (bispo, irmão) aplicar seus lucros em um fundo de investimentos ele também não paga imposto de renda sobre os rendimentos!
Qualquer isenção tributária significa que serviços públicos serão prestados sem qualquer receita em contrapartida.
Ou seja, quem paga somos nós, contribuintes de qualquer credo, incluindo nenhum.
Agora um caso em Ubatuba chama a atenção para outro absurdo: uma seita construiu em uma área de preservação ambiental um imóvel com 100 quartos dizendo tratar-se de uma igreja.
É inacreditável mas igrejas podem ser construidas em qualquer lugar.
A seita (uma dissidência direitista radical da TFP) desmatou a área,  construiu seu “Hotegreja” sem ser importunada e e quando ficou pronto – surpresa! -  resolveu vender o imóvel a uma rede americana de hoteis. E, pelo que parece, brechas nas leis vão acabar legalizando o golpe.

É preciso iniciar imediatamente uma campanha pelo cancelamento desses privilégios absurdos, concedidos fácil e livremente para qualquer igreja, seita, culto ou grupo que se denomine religioso.
 O caminho começa nas próximas eleições, é preciso apoiar candidatos que se comprometam a propor mudanças nas legislações que controlam as atividades das igrejas.
Caso contrário nós, os otários contribuintes, vamos continuar bancando – com ou sem dízimo – essa picaretagem cheia de graças.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Thanks giving.

Tradução livre:
Deus fez o 1o homem e a 1a mulher?
Sim.
E eles estavam nus no paraíso, não estavam?
Bem... sim.
E deus os via, não?
Naturalmente...
Então deus criou a pornografia, certo?

Igreja irlandesa teve imunidade para esconder abusos sexuais


Notícia de hoje do Estadão Online :

http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,igreja-irlandesa-teve-imunidade-para-esconder-abusos-sexuais,472552,0.htm


A matéria trata das investigações feitas na irlanda de casos de pedofilia na Igreja Católica e de como as autoridades da Igreja manipularam as investigações para livrar seus padrecos pedófilos de qualquer punição, mantendo-os livres para continuarem abusando de crianças incoentes, as mesmas do famoso "vinde a mim..." de Jesus. Só um aperitivo:

"Um sacerdote, por exemplo, admitiu ter cometido abusos sexuais contra mais de 100 menores, enquanto outro confessou que, durante o exercício de mais de 25 anos de ministério, abusava de menores a cada "duas semanas".

E tem (muita) gente que ainda se ajoelha na frente de um padre para contar a ele seus "pecados"...
Em homenagem a esse comportamento tão cristão da igreja católica reproduzo mais uma vez a imagem do lindo vitral que se encontra na Catedral Imaginária de Nossa Senhora dos Pedófilos Católicos. Amem.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

A Palhaçada da Fundação Cacique Cobra Coral


O ótimo blog "Malleus Maleficarum" - http://mallmal.blogspot.com/ - fala de um assunto sobre o qual há tempos eu queria falar aqui e dei copy-paste no título do post dele, pois achei perfeito.
Realmente, é uma palhaçada, em especial se o governo gastar dinheiro público com uma coisa dessas. Só resumindo, a tal Fundação Cobra Coral defende a idéia que há (no céu? nas nuvens?) um espírito de um índio velho - o tal cacique - que controla o clima.
Vejam o que diz o site deles (sim, o índio véio está no céu e na web!):

"A Fundação Cacique Cobra Coral foi criada para intervir nos desequilíbrios provocados pelo homem na natureza. Fundada por Ângelo Scritori e tendo a frente sua filha Adelaide Scritori também médium que incorpora o espírito e mentor Cacique Cobra Coral que também já teria sido de Galileu Galilei e Abraham Lincoln. Ângelo Scritori, morreu aos 104 anos, no ano de 2002. "

Se você der dinheiro a tal (a)fundação pode fazer chover. Pode também fazer parar de chover, é só pagar e pedir. O pior é que com essa conversa fiada tomam nosso dinheiro (público) através de desavergonhados convênios feitos por prefeituras com essa gente.
Uma vergonha, uma palhaçada.
Quer dizer que deus (qual será?) delegou ao cacique-galileu-lincoln a função de tomar conta do clima... imagino que tenha feito isso por falta de tempo ou excesso de coisas para cuidar.

Como eles tem site na internet imagino que o cacique leia emails.
Da próxima vez que você for dar uma festa, escreva ao nosso amigo indio véio, pague o boleto no banco...e garanta sua festa sem chuva!
Ah, peça recibo, deve dar para lançar como despesa no seu IR, as prefeituras fazem isso.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Orações...

Católico: Pai nosso, que estais no céu...

Agnóstico:
Pai nosso, que talvez esteja no céu...

Ateu:
Pai deles, que não está no céu...



http://twitter.com/lineuoateu

Rezar faz bem à saúde ?

Será que faz alguma diferença ter algum tipo de fé ou crença na hora da doença?
por Elisa Kozasa (Vya Stelar - UOL - 11 nov 2009)

Prática regular de rezar o terço, cantar mantras, meditar, aliviam o estresse e reduzem ansiedade de acordo com diversos estudos


Será que eu teria mais chances de me recuperar se eu acreditasse em um Deus ou em um plano espiritual? Ou na intervenção de um plano divino para minha saúde e bem-estar?

Em primeiro lugar, pessoas que apresentam alguma crença parecem atribuir maior significado para o que acontece em suas vidas, buscando extrair lições ou melhores comportamentos a partir de eventos negativos. Dessa maneira, parecem conseguir superar adversidades de maneira mais suave, evitando cair em processos depressivos patológicos.

Alguns estudos apontam também para o caráter preventivo da espiritualidade quanto a determinadas doenças, pois em geral irá gerar hábitos de vida mais saudáveis. Há pesquisas que apontam, por exemplo, que jovens que frequentam grupos religiosos possuem menor incidência de abuso de drogas e álcool.

Práticas regulares de rezar o terço, cantar mantras, meditar, aliviam o estresse e reduzem a ansiedade de acordo com *diversos estudos, trazendo um equilíbrio mental e emocional para seus praticantes.

Ter santos, messias, bodisatvas (ser de sabedoria elevada), heróis como exemplos de vida, nos trazem um alento, pois percebemos que mesmo sendo humanos podemos manifestar características divinas e superar grandes dificuldades.

Há estudos que mostram também os benefícios da prática espiritual para o bolso. Uma pesquisa com meditadores citada por Ramesh Manocha, médico e pesquisador que atua na Austrália, mostrou que eles custam menos para os sistemas de saúde. Tenho uma conhecida que certa vez me disse que lá na Califórnia onde ela mora, há um plano de saúde que dá descontos para meditadores.

Por outro lado, a literatura científica apresenta dados contraditórios quanto aos efeitos da prática de orações realizadas por terceiros. Há estudos que mostram um efeito positivo, porém, um estudo realizado por Herbert Benson, um dos pioneiros no estudo da espiritualidade, não conseguiu correlacionar orações realizadas a um grupo de pacientes, que não sabia que recebia essa intervenção, com alguma melhora no estado de saúde.

Talvez seja importante em primeiro lugar você mesmo acreditar em algo, além de saber que está recebendo algum tipo de apoio espiritual com uma oração. Para aqueles que não possuem algum tipo de fé, todo esse fenômeno pode ser explicado como um efeito placebo (aquele em que a pessoa acredita estar sendo tratada e melhora). **Ou seja, pacientes que têm alguma doença e que são tratados apenas por meio da ingestão de uma pastilha inócua, contendo nada mais do que farinha e talvez um pouco de açúcar, acabam se curando da doença, a uma taxa maior do que aqueles que não recebem tratamento algum

De qualquer maneira, placebo ou intervenção divina, os resultados da crença na melhora de sua saúde tem um efeito bastante benéfico.
==========================================
Ou seja, não importa se há ou não um deus ouvidor de preces nem se há santos atendedores de pedidos. O que importa é que crer e pedir, faz bem. A medicina já sabia disso há tempos, são muitos os relatos de casos de pessoas com câncer que querem tanto viver, lutam tanto por isso que acabam apresentando melhoras supreendentes. Claro, os religiosos a isso chamam de milagre mas a ciência tem evoluido bastante a idéia acima, ou seja: acreditar que está recebendo ajuda divina faz a pessoa se sentir mais forte, apoiada, incentivada. E ela melhora!
Eu particularmente penso que o mesmo resultado pode ser obtido com meditação.

http://twitter.com/lineuoateu

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Deus, o fim do mundo e outras coisinhas.

Recomendo demais a matéria da revista Veja desta semana sobre a nova onda sobre o fim do mundo em 2012. É mesmo inacreditável que depois de séculos e séculos fazendo só previsões furadíssimas (me parece que até hoje o mundo não acabou...) os arautos do apocalipse ainda tenham tantos seguidores. É como dizemos aqui tantas vezes, é muito mais fácil acreditar do que pensar. Leiam:

http://veja.abril.com.br/041109/fim-do-mundo-2012-p-090.shtml

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Se você é cristão... tem que acreditar também em Adão, Eva, Noé & cia Ltda.


A humanidade - aos trancos e barrancos, eu diria - avança, evolui, descobre, conclui e aprende. O que já foi dogma inatacável no passado (sol girando em torno da terra, por exemplo) hoje é uma idéia risível. Não se sacrificam mais virgens em altar, não endeusamos mais pedras ou animais nem achamos que marcianinhos verdes vão nos atacar.
Na era das viagens interplanetárias, dos avanços da medicina, das comunicações, fica cada vez mais difícil e anacrônico declarar-se crente literal na bíblia, com suas lendas e tradições orais editadas, revistas e adaptadas. É cada vez mais difícil encontrar alguém esclarecido que ainda creia que Caim matou Abel, que Noé com sua família salvaram a fauna terrestre ou que Moisés tenha mesmo aberto o mar vermelho para passar.
Por isso cada vez mais ouvimos que parte da bíblia não deve ser literalmente interpretada, que são “modos de dizer” , “analogias” ou "parábolas".
Com isso pessoas modernas, esclarecidas e plugadas nos avanços da ciência livram-se do vexame que seria admitir que acreditam nessas coisas.
Eu creio em Cristo, dizem. E basta.
Mas, com o perdão da crueldade, não dá para ser assim. Se você é católico, evangélico, enfim, cristão, tem obrigatoriamente que acreditar em tudo isso. Sem escapatória.
Por exemplo: você acredita em homem feito de barro, mulher feita de costela, paraíso, Adão, Eva, maçã do pecado?
Não?
Então não tem como acreditar em um Jesus divino.
Ao invés de acreditar sem pensar vamos pensar antes de acreditar: pela tradição cristã deus encarnou seu próprio filho na terra para “salvar a humanidade”.
Pergunto: salvar do que mesmo?
Se você fizer essa pergunta a 10 católicos eu aposto que 7 ou 8 não saberão responder.
Pois bem, ele veio nos salvar do “pecado original”, que foi cometido por Adão e Eva, no paraíso, ao comerem a maçã proibida.
Adão, primeiro e até então único ser humano, come a maçã proibida e toda a humanidade dali para a frente nascerá pecadora, maculada e destinada ao eterno fogo do inferno, a não ser que seja salva.
Faz algum sentido isso?
Mas, ok, vamos em frente: para nos salvar deus cria um plano genial: encarnar seu filho Jesus na Terra, crescer, pregar suas idéias, formar um grupo de seguidores, enfrentar os fariseus, romanos e sei lá mais quem se colocasse a sua frente.
Até ser traído, preso, espancado e crucificado.
E pronto, estamos todos salvos.
Sabe-se lá porque.
Porque Jesus para nos salvar teria que morrer? Não faria mais sentido que ele como filho de deus fosse forte e poderoso, liderasse uma grande revolução cultural e derrotasse os infiés?
Bem, mas chega-se a uma conclusão simples e objetiva: se você acredita que Jesus seja filho de deus e que tenha ressuscitado, você tem consequentemente que acreditar também em paraíso, Adão, Eva, maçã.
Porque sem isso não há pecado original e Jesus não teria o que fazer aqui na terra. ...
Como queríamos demosntrar: não dá para crer em Jesus sem crer em Adão e Eva e a tal maçã do pecado.
E já que você tem que acreditar em tudo isso aproveite o embalo e acredite também em Noé, pragas do Egito, mar que abre, morto que renasce, virgem que engravida, reizinhos que viajam de camelo seguindo estrelinhas para levar presentes, etc.
Lineu prefere acreditar no Big Bang, na Teoria da Evolução, nos atomos de carbono, oxigênio e hidrogênio, em nanotecnologia e em tantas outras coisas fáceis de testar e comprovar.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Em carta inédita, Albert Einstein ataca Deus.

Eintein foi um dos mais inteligentes seres humanos de todos os tempos, suas descobertas sobre o tempo, o espaço e a origem do universo mudaram a nossa forma de ver e entender o mundo. Para muitos o ateísmo é coisa de maluco... vejam o que diz Einstein sobre deus e as religiões em noticia da Folha de SP de hoje:

Uma carta inédita de Albert Einstein datada de 1954, ano anterior ao de sua morte, traz pela primeira vez críticas contundentes do físico à religião. No manuscrito dirigido a seu amigo filósofo Eric Gutkind, que será leiloada hoje em Londres, o autor das teorias da relatividade retrata as práticas religiosas como "infantis".

"A palavra Deus é para mim nada mais do que expressão e produto da fraqueza humana", escreveu Einstein, para quem a Bíblia seria "uma coleção de lendas honoráveis, ainda que primitivas".

O conteúdo da carta difere de declarações anteriores de Einstein, que, segundo historiadores, nunca havia deixado muito clara a sua visão sobre a religião. Nessa seara, o físico era mais lembrado pela frase "A ciência sem religião é manca, a religião sem a ciência é cega".

Na carta a Gutkind, porém, Einstein classifica a crença em Deus como "produto da fraqueza humana", e não poupa nem a religião do povo ao qual pertencia. "A religião judaica, como todas as outras religiões, é uma encarnação das superstições mais infantis." Einstein, um sionista que teve papel importante na criação do Estado de Israel, diz a Gutkind que não acredita que os judeus sejam um povo "escolhido".

A carta traz um certo tom de descrença na humanidade e a noção de que o poder corrompe as pessoas. Os judeus, diz, só estariam "protegidos dos piores cânceres por lhes faltar poder".

A casa de leilões Bloomsbury, onde o manuscrito original será vendido, diz estar "100% certa" da autenticidade do documento e que espera conseguir por ele um preço entre US$ 12 mil e US$ 16 mil. O vendedor é um colecionador particular.

Historiadores não costumam retratar Einstein como ateu, mas a imagem pode mudar com a publicação da carta. Sua visão sobre Deus era tida apenas como não-clerical ("Não creio no Deus da teologia que recompensa o bem e pune o mal").

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Ateísmo: a forma mais cristã de viver a vida.


Os ateus sofrem grande rejeição no Brasil.
Pesquisas dizem ser a mais alta das rejeições. Por exemplo, jamais um político que se declare ateu seria eleito presidente, mais de 90% das pessoas rejeitam categoricamente a idéia de um presidente assumidamente ateu.
Fernando Henrique Cardoso não vale, ele disfarçou e nunca saiu do armário sagrado.
Soa insano mas as pessoas no Brasil votariam mais confortavelmente em um candidato desonesto do que em um ateu.
E porque será?
Na minha opinião por um raciocínio tão simplista quanto quase inconsciente:
eu sigo as leis de deus, não mato, não roubo. Se alguém não crê em deus, porque faria o mesmo? Porque obedeceria às leis de um deus em que não crê?
Logo, um ateu rouba, mata, estupra e não está nem aí pois para ele não há deus.
Em alguns casos a descrença em um deus criador e ouvidor de preces é confundida com uma aproximação com... o demônio.
É irracional, pois ateísmo inclui descrença em deuses e também em anjos, demônios, alma, espíritos. Mas as pessoas não pensam nisso e acham que alguém que não crê em deus só pode ter coisa com o demônio.
Podemos pensar em outra forma de encarar o assunto.
Será que aqueles que são bons porque deus mandou ou para com isso garantir sua vida eterna são realmente bons?
Esse comportamento poderia ser interpretado como, digamos, meio mercenário: eu te obedeço agora e você me recompensa depois.
Pensemos em alguém que viva uma vida normal, dentro da lei, alguém que poderia ser descrito como uma boa pessoa. Mas ateu.
Ele não rouba, nem mata nem estupra ninguém.
Mas não porque um deus tenha pedido para não fazer essas coisas.
Não porque será recompensado depois.
Não porque tenha sido ameaçado com punições terríveis.
Mas sim porque essa é a única maneira de se viver civilizadamente em sociedade, porque foi a um sistema assim que a evolução humana nos trouxe.
Não matamos para não sermos mortos, não roubamos para não sermos roubados, assim como não passamos no sinal vermelho para podermos passar no verde com tranqüilidade.
São convenções humanas e bem terrestres assim que nos dão condição de conviver com milhões de outras pessoas em um espaço urbano compartilhado e mesmo assim tudo funcionar.
Claro, há crimes, há erros, maldades de todos os tipos.
Mas há leis, não há desordem, as pessoas saem de manhã, vão trabalhar, pagam suas contas, compram casas, a vida anda e tudo funciona.
E não há nada de religioso nisso, na Noruega, onde a maioria da população é ateísta, funciona igual. Na verdade, melhor...
Podemos ser caridosos e ajudar pessoas necessitadas pelo simples fato de nos sentirmos bem, acharmos justo ou necessário.
E não porque alguma divindade tenha nos pedido ou imposto isso.
Assim, trata-se de comportamento puro, natural, no sentido de que somos assim porque nos sentimos bem assim e porque essa é afinal a única forma de vivermos bem todos juntos.
Um ateu não espera recompensa alguma, não faz as coisas para ganhar algo em troca a não ser uma vida livre e feliz.
Agora, não depois da morte.
O cristianismo se baseia nos ensinamentos de Jesus e não é sequer necessário discutir se ele existiu de verdade ou se era mesmo divino, podemos apenas analisar alguns dos ensinamentos cristãos:
Caridade, perdoar, amar, respeitar.
Onde esses sentimentos existem com maior força e pureza: nas pessoas que os sentem e os exercem naturalmente ou naquelas que o fazem esperando em troca uma recompensa?
Há bons e maus ateus e cristãos, claro.
Mas quando alguém é bom porque é... ao invés de porque o ameaçam...é ainda melhor.
E com uma vantagem adicional: ateus não atacam não ateus nem religiosos, ateu não vira homem bomba, não declara guerras santas, não mata em nome de um deus que supostamente só pede amor.
O mundo seria muito melhor sem as religiões.
E os princípios cristãos poderiam ser exercidos em sua forma mais pura, sem hipocrisias, sem dogmas tolos e regras absurdas, sem fisiologias ultrapassadas nem qualquer tipo de exploração econômica da fé.
Ser ateu pode ser a forma mais cristã de se viver a vida, basta que você siga os principais ensinamentos dele e não os de “sua” igreja.
E viva feliz.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

As últimas do criador...

O comediante Danilo Gentili (repórter do CQC) publica em sua engraçada coluna no METRO de hoje, 19 de outubro, algumas pérolas de ninguém menos que... ele, o criador:

"Tem crente que quando entra para a Igreja logo aprende que o futuro adeus pertences..."

"Que tédio, acho que vou esconder alguns ossos de dinossauro hoje."

"Pela última vez: não troco mulheres por costelas, parem de pedir, aquilo foi uma experiência!"

"Chamada na escola em Jerusalem há 2 mil anos: João? Presente. Pedro? Presente. Jesus? Onipresente!"

"O amor cristão dos pastores evangélicos é REAL. "

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Cientistas criam réplica do santo sudário usando técnicas medievais.


Cientistas reproduziram o Sudário de Turim, o chamado "Santo Sudário", que teria recoberto Jesus de Nazaré na tumba, e afirmam que o experimento reforça as evidências de que a relíquia é uma obra de arte medieval, não produto de um milagre.

O sudário traz a imagem de um homem crucificado, com rastros do que seria sangue escorrendo de feridas nas mãos e nos pés, e crentes afirmam que se trata da imagem de Jesus gravada nas fibras por algum meio sobrenatural, durante a ressurreição.

Os cientistas reproduziram o sudário usando materiais e métodos que estavam disponíveis no século 14, diz o Comitê Italiano para Verificação de Alegações Paranormais.

O grupo afirma, em nota, que se trata de mais uma evidência de que o sudário é uma falsificação produzida na Idade Média. Em 1988, pesquisadores usaram datação por radiocarbono para determinar que a relíquia havia sido produzida no século 13 ou 14.

Mas muitas pessoas continuaram a acreditar que o sudário possui "características inexplicáveis que não podem ser reproduzidas por mãos humanas", disse o cientista Luigi Garlaschelli, em nota. "O resultado obtido indica claramente que isso poderia ser feito com o uso de materiais baratos e um procedimento simples".

A pesquisa foi financiada pelo comitê e por uma organização italiana de agnósticos e ateus, afirmou.
Garlaschelli, professor de Química da Universidade de Pavia, disse ao jornal La Repubblica que sua equipe usou linho tecido com as mesmas técnicas que as usadas no sudário, e envelhecido artificialmente por aquecimento em um forno e lavagem.

O pano então foi colocado sobre um estudante que usava uma máscara para reproduzir o rosto, e esfregado com um pigmento vermelho muito usado na Idade Média. O processo consumiu uma semana, disse o jornal.

O sudário aparece pela primeira vez na história nas mãos de um cavaleiro francês, em 1360.
De propriedade do Vaticano, o sudário é mantido numa câmara especial da catedral de Turim, e raramente é exibido em público. A última apresentação foi no ano 2000, quando atraiu mais de 1 milhão de visitantes. A próxima está prevista para 2010.

Oficialmente, a Igreja Católica não afirma ou nega a autenticidade da relíquia, mas diz que se trata de um potente símbolo do sofrimento de Jesus.
(a noticia tirei do Estadão... a charge capturei no http://mallmal.blogspot.com/, um blog cheio de idéias, textos e imagens ótimas)

Carta aberta dos ateus ao presidente Lula


Caro presidente,

O senhor chegou ao poder carregado pela bandeira de uma sociedade mais justa e mais inclusiva. O uso da palavra "excluídos" no vocabulário das políticas públicas tem o mérito de nos lembrar que as conquistas de nossa sociedade devem ser estendidas a todos, sem exceção. Sim, devemos incluir os negros, incluir as mulheres, incluir os miseráveis, incluir os homossexuais. Mas, presidente, também é preciso incluir ateus e agnósticos, e todos os demais indivíduos que não têm religião. Infelizmente, diversas declarações pessoais suas, assim como políticas do seu governo, têm deposto em contrário. Ontem mesmo o senhor afirmou que há "muitos" ateus que falam sobre a divindade da mitologia cristã quando estão em perigo. Ora, quando alguém diz "viche", é difícil imaginar que esteja pensando em uma mulher palestina que se alega ter concebido há mais de dois mil anos sem pai biológico. Com o tempo, algumas expressões se cristalizam na língua e perdem toda a referência ao seu significado estrito. Esse é o caso das interjeições que são religiosas em sua raiz, mas há muito estão secularizadas. Se valesse apenas a etimologia, não poderíamos nem falar "caramba" sem tirar as crianças da sala.Sua afirmação é a de quem vê “muitos” ateus como hipócritas ou autocontraditórios, pessoas sem força de convicção que no íntimo não são descrentes. Nós, membros da Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos, não temos conhecimento desses ateus, e consideramos que essa referência a tantos de nós é ofensiva e preconceituosa. Todos os credos e convicções têm sua generosa parcela de canalhas e incoerentes; utilizar os ateus como exemplo particular dessas características negativas, como se fôssemos mais canalhas e mais incoerentes, é uma acusação grave que afronta a nossa dignidade. E os ateus, presidente, também têm dignidade.Duas semanas atrás, o senhor afirmou que a religião pode manter os jovens longe da violência e delinqüência e que “com mais religião, o mundo seria menos violento e com muito mais paz”. Mas dizer que as pessoas religiosas são menos violentas e conduzem mais à paz é exatamente o mesmo que dizer que as pessoas menos religiosas são mais violentas e conduzem mais à guerra. Então, presidente, segundo o senhor, além de incoerentes e hipócritas, os ateus são criminosos e violentos? Não lhe parece estranho que tantos países tão violentos estejam tão cheios de religião, e tantos países com frações tão altas de ateus tenham baixíssimos índices de criminalidade? Não é curioso que as cadeias brasileiras estejam repletas de cristãos, assim como as páginas dos escândalos políticos? Algumas das pessoas com convicções religiosas mais fortes de que se tem notícia morreram ao lançar aviões contra arranha-céus e se comprazeram ao negar o direito mais básico do divórcio a centenas de milhões de pessoas. Durante séculos.
O mundo realmente tinha mais paz e menos violência quando havia mais religião? O despotismo dos soberanos católicos na Europa medieval e a crueldade dos feitores e senhores de escravos no Brasil-colônia vieram de pessoas religiosas em um mundo amplamente religioso que violentava povos e mentes em nome da religião. O mundo não tinha mais paz nem menos violência naquela época, como o sabem muito bem os negros e índios.
Não eram católicos os generais da ditadura contra a qual o senhor lutou, e o seu exército de torturadores? Não haveria um crucifixo nas paredes do DOPS onde o senhor foi preso? A base dos direitos individuais invioláveis pela qual o senhor tanto lutou são as democracias modernas, seculares e laicas, e não os regimes religiosos. Tanto a geografia como a história dão exemplos claros de que mais religião não traz mais paz nem menos violência.
A prática de diminuir, ofender, desumanizar, descaracterizar e humilhar grupos sociais é antiga e foi utilizada desde sempre para justificar guerras, perseguição e, em uma palavra, exclusão. Presidente, por que é que o senhor exclui a nós, ateus, do rol de indivíduos com moralidade, integridade e valores democráticos? No Brasil, os ateus não têm sequer o direito de saberem quantos são. O Estado do qual eles são cidadãos plenos designa recenseadores para ir até suas casas e lhes perguntar qual é sua religião. Mas se dizem que são ateus ou agnósticos, seus números específicos lhes são negados. Presidente, através de pesquisas particulares sabemos que há milhões de ateus no país, mas o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, que publica os números de grupos religiosos que têm apenas algumas dezenas de membros, não nos concede essa mesma deferência. Onde está a inclusão se nos é negado até o direito de auto-conhecimento? Esse profundo desrespeito é um fruto evidente da noção, que o senhor vem pormenorizando com todas as letras, de que os ateus não merecem ser cidadãos plenos. Presidente, queremos aqui dizer para todos: somos cidadãos, e temos direitos. Incluindo o de não sermos vilipendiados em praça pública pelo chefe do nosso Estado, eleito com o voto, também, de muitos ateus, que agora se sentem traídos.Presidente, não podemos deixar de apontar que somente um estado verdadeiramente laico pode trazer liberdade religiosa verdadeira, através da igualdade plena entre religiosos de todos os matizes, assim como entre religiosos e não-religiosos de todos os tipos, incluindo ateus e agnósticos. Infelizmente, seu governo não apenas tem sido leniente com violações históricas da laicidade do Estado brasileiro, como agora espontaneamente introduziu o maior retrocesso imaginável nessa área que foi a assinatura do acordo com a Sé de Roma, escorado na chamada lei geral das religiões.Ambos os documentos constituem atentado flagrante ao art. 19 da Constituição Federal, que veda “relações de dependência ou aliança com cultos religiosos ou igrejas”. E acordos, tanto na linguagem comum como no jargão jurídico, são precisamente isso: relações de aliança. Laicidade, senhor presidente, não é ecumenismo. O acordo com Roma já era grave; estender suas benesses indevidas a outros grupos não diminui a desigualdade, apenas a aumenta. Nós não queremos privilégios: queremos igualdade e o cumprimento estrito da lei, e muitos setores da sociedade, religiosos e laicos, têm exatamente esse mesmo entendimento. Além de violar nossa lei maior, a própria idéia da lei geral das religiões reforça a política estatal de preterir os ateus sempre e em tudo que lhes diz respeito como ateus. Com que direito o Estado que também é nosso pode ser seqüestrado para promover qualquer religião em particular, ou mesmo as religiões em geral? Com que direito os religiosos se apossam do dinheiro dos nossos impostos e do Estado que também é nosso para promover suas crenças particulares? Religião não é, e não pode jamais ser política pública: é opção privada. O Estado pertence a todos os cidadãos, sem distinção de raça, cor, idade, sexo, ideologia ou credo. Nenhum grupo social pode ser discriminado ou privilegiado. Esse é um princípio fundamental da democracia. Isso é um reflexo das leis mais elementares de administração pública, como o princípio da impessoalidade. Caso aquelas leis venham de fato integrar-se ao nosso ordenamento jurídico, os ateus se juntarão a tantos outros grupos que irão ao judiciário para que nossa realidade não volte ao que era antes do século retrasado.Presidente, por tudo isso será que os ateus não merecem inclusão sequer em um pedido de desculpas?

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Deus é notícia no Estadão de hoje.

Notícias que li no Estadão de hoje, todas mencionando deus:

“Ela é uma boa filha e muito inteligente. Por favor, deus, ajude-a”
(Imelda, mãe de uma criança soterrada no terremoto na Indonésia)

“Não tenho recurso para abrir outro comércio, era o que eu sabia fazer. Agora vou esperar que deus dê um caminho para mim e minha família”
(Denian Castellani, dono da loja de fogos que explodiu em Sto André matando 2 pessoas.)

“Eu voltava para casa de um culto evangélico quando fui abordado pelo bandido e tudo aconteceu muito rápido”
(James da Silva, desempregado. Ele e o filho de 1 ano foram baleados em assalto, o bebê está em coma)

“Só pode ser coisa de deus”
(Freddy Seton, judeu, 17 anos, ia fazer o exame do Enem que foi cancelado por fraude (os judeus protestavam por serem obrigados a fazer o exame em um sábado).

As pessoas – sempre sem pensar muito – atribuem a deus a obrigação de zelar por cada uma delas a cada minuto.
Dona Imelda não pensa que se deus quisesse realmente salvar sua filhinha ele poderia, por exemplo, ter evitado o terremoto. Se ele é onisciente e onipotente... sabia que ia acontecer e poderia ter evitado. Porque salvaria a menina agora?
Demian por sua vez não pensou muito em deus quando estocou fogos de artifício sem as devidas medidas de segurança mas agora deposita nele suas esperanças. De novo: Demian, se deus estivesse preocupado com você teria evitado a explosão.
O caso de James é ainda mais emblemático: ele foi ao culto evangélico, rezou bastante e na saída foi baleado em um assalto grotesco. Será que deus estava ocupado com os outros casos e não se lembrou de salvar James apesar de todas aquelas orações?
E, por último. Freddy, que acha que deus ajudou uma dupla de larápios a roubar a prova e melar o Enem só para salvar os judeus de terem que faze-la em um sábado.
Eu me pergunto que deus terá feito isso, Jesus ou Jeová.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

O seu deus é bom? Tem certeza?

Se deus pode acabar com todo o mal mas não o faz, é monstruoso.
Se ele quer, mas não pode, é um incapaz.
Se não pode nem quer, é um impotente e cruel.
Agora, se ele pode e quer... PORQUE NÃO O FAZ?

Epicuro.

sábado, 26 de setembro de 2009

Porque é "quase certo" que deus não existe.

Do site ateus.net tirei esse texto com uma boa análise sobre a existência de um deus criador:
http://ateus.net/artigos/critica/por_que_e_quase_certo_que_deus_nao_existe.php
Eu só tiraria o "quase" do título, de resto assino embaixo.

domingo, 20 de setembro de 2009

Frase do dia.


Quando ninguém acredita no seu amigo imaginário você é um esquizofrênico.
Quanto todo mundo acredita... você é o papa!

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Ateus famosos

Se você acha que ateismo é coisa de maluco...veja essa lista de ateus famosos:

ALBERT EINSTEIN
ALFRED HITCHCOCK
ANGELINA JOLIE
ANTONIO BANDEIRAS
ARNALDO JABOR
BILL GATES
BRAD PITT
CAETANO VELOSO
CARL SAGAN
CHE GUEVARA
CHICO BUARQUE
DALTON TREVISAN
DIAS GOMES
DRAUSIO VARELA
ERNEST HEMINGWAY
FEDERICO FELLINI
FRIEDRICH NIETZSCHE
GEORGE ORWELL
GEORGE SOROS
HERBERT DE SOUZA (Betinho)
INGMAR BERGMAN
JEAN PAUL SARTRE
JORGE AMADO
JOSE SARAMAGO
JUCA KFOURI
JOHN LENNON

E ISSO SÓ ATÉ O JOTA....

Lista completa disponível no Wikipedia:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_ateus#A

Saramago ataca deus outra vez.

Ótima materia publicada pelo Estadão de 28 de Agosto sobre o novo livro de Saramago, "Caim".
Alguns trechos destacados:

"Deus, demônio, tudo está em nossa cabeça e não no céu ou no inferno, que também foram inventados pelo homem"

"O filho de José e Maria nasceu como todos os filhos dos homens, sujo do sangue de sua mãe, viscoso de suas mucosidades e sofrendo em silêncio."

(sobre o velho testamento): "Trata-se de uma enxurrada de absurdos que apenas um homem não seria capaz de inventar. Foram necessárias gerações e gerações para produzir esse texto"

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Mantenha as religiões... bem longe dos seus filhos.


Ao criar seus filhos procure mante-los longe das crendices, das lendas sem comprovação, dos textos mistificados por igrejas materialistas e interesseiras.
Ensine-o a procurar pela verdade na ciência e na lógica e não nos discursos vazios dos enganadores.
Deixe-o decidir por si só se quer ser batizado, por exemplo. Não diga a ele que um olho enorme tudo ve e tudo sabe sobre ele, não o aterrorize. Crie filhos livres e teremos um mundo livre dessas insuportáveis pregações evangélicas, desses ridículos dogmas católicos, das fraudes espíritas e do fanatismo muçulmano. Um mundo livre das religiões seria um mundo com muito menos conflito.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Gol! Obrigado, senhor !

O jogador de futebol André Lima fez ontem um gol com a mão no jogo com o Corinthians no Pacaembú. Não uma mãozinha qualquer, um verdadeiro soco na bola.
Nem juiz nem auxiliar viram e o gol foi validado, coisas do futebol.
O mais inacreditável foi o que veio a seguir: lá foi nosso honrado jogador comemorar, com dedinhos para cima, olhar esbugalhado para o céu e rápida oração de joelhos.
Agora eu pergunto, André Lima agradecia a deus pelo que?
1) Por ter feito o juiz não ver?
2) Por te-lo ajudado na picaretagem?

É por essas e por outras que a Fifa pensa em proibir totalmente as manisfestações religiosas nos jogos da próxima copa do mundo.
Deus vai poder finalmente assistir uma copa em paz, sem ter que ficar empurrando bolas para dentro do gol nem desviando a atenção de arbitros.

domingo, 23 de agosto de 2009

Jesus, um perdedor.


As religiões tem o hábito (ou estratégia..) de descarregar sobre seus fiéis diversas historias, dogmas e conceitos que não fazem o menor sentido. Para que sejam minimamente aceitos são em geral revestidos de uma certa aura mística e misteriosa, o que é decisivo para que o rebanho aceite tudo aquilo sem questionar. Acrescente agora a “autenticidade por antiguidade” (passe séculos repetindo uma historia falsa e ela se transforma em verdade) e as bases de uma religião rica ($$) e poderosa estarão lançadas.

Sobre as lendas em que se baseia o cristianismo, por exemplo. Ao invés de sair por aí beijando crucifixos e contando seus pecados a um padre, pense:

1) Porque alguém onisciente, onipotente e onipresente precisaria vir à Terra para executar um plano mirabolante criado por seu pai para salvar (?) a humanidade?
2) Pense bem: porque alguém, para nos salvar, teria que morrer?
3) E, afinal, nos salvar do que mesmo?? Ah, parece que do pecado cometido por Adão (??) e que nos fez, a todos, nascer maculados, com a marca de “pecadores”, da qual só nos livraríamos no dia do juízo final. A não ser que... alguém desça do céu para reverter tudo isso e nos salvar.
4) E aí esse deus encarna, vive, prega suas idéias e quando consegue formar um grupo de seguidores e começa a ter alguma influência... vem então a mais inacreditável parte do plano: ele é traído (mas já sabia que isso ia acontecer...), deixa-se capturar, não reage, submete-se a torturas e caminha resignadamente apanhando até a cruz, onde se deixa pregar e sofre até morrer.
Para que mesmo?
5) E, muitos anos depois, um grupo religioso decide fundar uma religião baseada na vida e no sacrifício dele. Como símbolo escolhem logo a cruz, o instrumento usado para matar seu líder.
Faz algum sentido real essa fábula? Não seria mais natural que um deus todo poderoso continuasse todo poderoso na terra, liderasse um grande movimento e derrotasse os infiéis?

Olhe com atenção a charge que ilustra este post e pense um pouco.
Acho que vou fundar uma religião cujo líder será Poncio Pilatos.
Ah, esse sim, um vencedor!

sábado, 22 de agosto de 2009

Uma imagem diz mais que mil palavras.



Se voce acha a imagem chocante lembre-se que muito, mas muito mais chocante é saber que a Igreja paga milhões de dólares de indenização às vítimas de seus padres pedófilos mas não os afasta de suas atividades, apenas os transfere para outra paróquia, onde muitas vezes repetem o crime. Não são presos e a impunidade associada à estúpida regra do celibato realimenta o processo.
Igreja: se você pensar direito, cai fora.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

terça-feira, 18 de agosto de 2009

A bíblia é o que a bíblia diz.

Muito boa essa ilustração...retrata bem o que
penso sobre o livro "sagrado"...

Em tradução livre:
A bíblia é a palavra de deus.
Como ter certeza disso?
Porque está escrito na bíblia.
E porque acreditar na bíblia?
Porque ela é infalível.
Como sabe que ela é infalível?
Porque a biblia é a palavra de deus!!!

Genial.

As maiores religiões do mundo.

Major Religions Ranked by Size
(principais religiões por número de seguidores)

Cristãos: 2.1 bi
Islâmicos: 1.5 bi
Não religiosos, seculares, agnosticos, ateus: 1.1 bi
Hinduístas: 900 mi
Tradicionais chineses: 394 mi
Budistas: 376 mi
indigenas: 300 mi
religiões africanas: 100 mi

Essa tabela estima o numero de pessoas com um minimo de identificação e prática da religião, ou seja, desconsidera aquelas que apenas se declaram como sendo de um religião mas na verdade não a segume na prática. Interessante, mas não sei analisar a validade estatística...
No link a lista completa e a metodologia.

Piadinha de ateu.

Quantos ateus são necessarios para trocar uma lâmpada?
Dois.
Um troca e o outro filma, para que depois os religiosos não
venham dizer que foi deus.

Padres... ou lobos?


segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Homosexualismo sem pecado !!

[Lv 20:13] "Quando também um homem se deitar com outro homem como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue é sobre eles."

Já que a bíblia deve ser levada ao pé da letra... vejam só que conclusão interessante: só é pecado se dois homens se deitarem... de pézinho tá liberado!
Os gays vão adorar essa!!!

Eu também...


quinta-feira, 13 de agosto de 2009

“Os ateus são mais inteligentes”

“Os ateus são mais inteligentes”
Cientista afirma que as pessoas de Q.I. mais alto tendem a questionar a existência de Deus

O pesquisador britânico Richard Lynn dedicou mais de meio século à análise da inteligência humana. Nesse tempo, publicou quatro best-sellers e se tornou um dos maiores especialistas no assunto. Nos últimos 20 anos, passou a investigar as relações entre raça, religião e inteligência. Ao publicar um trabalho na revista científica Nature, que sugeria que os homens são mais inteligentes, um grupo feminista o recepcionou em casa com o que ele chamou de salva de ovos. O mesmo aconteceu quando disse que os orientais são os mais inteligentes do planeta. “Faz parte do ofício de um cientista revelar o que as pessoas não estão prontas para receber”, diz. Ao analisar mais de 500 estudos, Lynn disse estar convencido da relação entre Q.I. alto e ateísmo. “Em cerca de 60% dos 137 países avaliados, os mais crentes são os de Q.I. menor”, disse. Seu trabalho será publicado em outubro na revista científica Intelligence.

ENTREVISTA - RICHARD LYNN


QUEM É Professor emérito e chefe do Departamento de Psicologia da Universidade do Ulster, na Irlanda do Norte O QUE Ph.D. pela Universidade de Cambridge, é um dos maiores especialistas em estudos de inteligência em raças e gêneros O QUE PUBLICOU Quatro livros sobre inteligência ligada à raça e ao sexo, entre eles Race Differences in Inteligence: an Evolutionary Analysis, e dezenas de artigos em revistas científicas, como a britânica Nature

ÉPOCA – Por que o senhor diz que pessoas inteligentes não acreditam em Deus?
Richard Lynn – Os mais inteligentes são mais propensos a questionar dogmas religiosos. Em geral, o nível de educação também é maior entre as pessoas de Q.I. maior (um Q.I. médio varia de 91 a 110). Se a pessoa é mais educada, ela tem acesso a teorias alternativas de criação do mundo. Por isso, entendo que um Q.I. alto levará à falta de religiosidade. O estudo que será publicado reuniu dados de diversas pesquisas científicas. E posso afirmar que é o mais completo sobre o assunto.

ÉPOCA – Segundo seu estudo, há países em que a média de Q.I. é alta, assim como o número de pessoas religiosas.
Lynn – Sim, mas são exceções. A média da população dos Estados Unidos, por exemplo, tem Q.I. 98, alto para o padrão mundial, e ao mesmo tempo cerca de 90% das pessoas acreditam em Deus. A explicação é que houve um grande fluxo de imigrantes de países católicos, como México, o que ajuda a manter índices altos de religiosidade nas pesquisas. Mas, se tirarmos as imigrações ao longo dos últimos anos, a população americana teria um índice bem maior de ateus, parecido com o de países como Inglaterra (41,5%) e Alemanha (42%).

ÉPOCA – Cuba é um país mais ateu que os Estados Unidos, mas o nível de Q.I. não é tão alto.
Lynn – Você tem razão. É outra exceção. Pela porcentagem de ateus (40%), o Q.I. (85) dos cubanos deveria ser mais alto que o dos americanos. Mas há também aí um fenômeno não natural que interferiu no resultado. Lá, o comunismo forçou a população a se converter. Houve uma propaganda forte contra a crença religiosa. Não se chegou ao ateísmo pela inteligência. A população cubana não se tornou atéia porque passou a questionar a religião. Foi uma imposição do sistema de governo.

ÉPOCA – E o Brasil, como está?
Lynn – O Brasil segue a lógica, um porcentual baixíssimo de ateus (1%) e Q.I. mediano (87). É um país muito miscigenado e sofreu forte influência do catolicismo de Portugal e dos negros da África. Fica difícil mensurar a participação de cada raça no Q.I. atual. O que posso dizer é que a história do país se reflete em sua inteligência.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Está provado: Jesus vive!

Boa colaboração que recebi do Guilherme...se você pagar direitinho seu dízimo você recebe um diploma assinado pessoalmente pelo "abençoador", Sr. Jesus Cristo.
Será que dá para reconhecer a firma no cartório?

Imagens do dia - Álbum de Fotos - UOL Notícias

terça-feira, 11 de agosto de 2009

+ 1 poeminha ateu.



Um padre perdido na floresta
cercado por canibais, reza pela vida
os canibais também rezam, em festa
dando graças pela refeição recebida.


(os poeminhas ateus, como as religiões, não devem
ser levados a sério.)

Deus tudo fez ?


A charge ao lado parece uma provocação barata... mas não é. Digamos que seja só uma colocação polêmica sobre esses dogmas tolos da onisciencia, onipresença e oni sei lá mais o que.
Se deus fez tudo... fez o diabo, o inferno, as drogas, tudo culpa dele...
Se ele está em todos os lugares então... os infelizes que estão ardendo no inferno podem sair procurando porque ele tem que estar lá também, em algum lugar.

domingo, 9 de agosto de 2009

Richard Dawkins

"Se você se debruça sobre a questão científica estupenda de se o universo foi ou não criado por uma inteligência sobrenatural, as linhas divisórias seguem um traçado totalmente distinto. Sobre essa questão mais ampla, os fundamentalistas se unem à religião “moderada” em um dos campos, e eu me vejo no outro.
É claro que tudo isso pressupõe que o Deus do qual estamos falando seja uma inteligência pessoal, como Jeová, Alá, Baal, Wotan, Zeus ou Krishna. Se, com “Deus”, você se refere ao amor, à natureza, à bondade, ao universo, às leis da física, ao espírito da humanidade ou à constante de Planck, nenhuma das anteriores se aplica. Uma estudante americana perguntou a seu professor se ele tinha uma opinião formada a meu respeito. “É claro”, respondeu o professor. “Ele diz que a ciência positiva é incompatível com a religião, mas fala em tom de êxtase sobre a natureza e o universo. Para mim, isso é – religião!”. Bem, se é isso que você opta por indicar quando fala em religião, ótimo, isso faz de mim um homem religioso. Mas se seu Deus é um ser que projeta universos, escuta orações, faz milagres, lê seus pensamentos, se preocupa com seu bem estar e faz você se reerguer depois de morto, é pouco provável que você se satisfaça. Como disse o respeitado físico americano Steven Weinberg: “Se você quiser dizer que ‘Deus é energia’, então poderá encontrar Deus num pedaço de carvão.” Mas não espere que congregações inteiras lotem sua igreja. "
Richard Dawkins

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Here, there and everywhere.


Segundo dizem deus é onipresente, ou seja, está o tempo todo em todo e qualquer lugar.
Supõe-se que "qualquer lugar" refira-se ao universo todo.
Cada cometa, cada planeta, sol, galaxia.
E aqui na terra ele está o tempo todo em cada cidade, pais, montanha, mar ou caverna. O tempo todo vendo, ouvindo e muitas vezes participando.
Bem, isso inclui a sala da sacristia onde o padre pedófilo assedia meninos.
A sala do forno de Auschvitz.
O convés do Titanic, as aldeias africanas onde crianças e mulheres são estupradas e depois mortas, o porão daquele austriaco maluco que passou 20 anos violentando a própria filha.
Deus estava lá, vendo tudo isso.
E, suprema ironia, deus está também no inferno. Onipresença é isso.

Deus não gosta de amputados.


Um minutinho para uma reflexão rápida: desde os tempos de Abrahão há relatos de curas milagrosas, operadas por deus, Jesus, Maria ou algum santo.
Há curas de todo tipo: cancer, cegueira, paralisia.
Se uma pessoa é cega e crente reza pelo que? Para ver, claro.
E um amputado, alguém sem uma perna ou um braço, naturalmente rezaria pedindo a deus
que restaurasse seu membro perdido.
Mas não há um só caso registrado de um mutilado que tenha sido atendido, nunca houve em milênios um só amputado que tenha visto sua perna perdida voltar.
Porque será?
O que terá deus contra os amputados?

Você acredita na bíblia? Literalmente?

Se respondeu que sim tem que acreditar nela todinha, palavra por palavra, até o final.
Por favor, não venha me dizer que aqui é linguagem figurada, ali é modo de dizer e não sei onde é literal. Se o livro é "sagrado" (tente definir sagrado...) e é a "palavra de deus" (diga quando e onde ele escreveu ou ditou...) então ele tem que ser homogeneamente lido, interpretado e aceito.

Logo, você tem que acreditar que Noé e sua família, todos com aproximadamente 600 anos de idade, conseguiram apenas com troncos e pregos construir uma arca do tamanho de um estádio de futebol onde Noé colocou casais de animais de todas as raças do planeta sobrevivendo assim a um dilúvio que cobriu todas as montanhas e tudo inundou. Calcula-se que para tanto teria sido necessário chover 15 cm por minuto durante 40 dias e 40 noites, sem parar.
E sabe-se lá para onde toda essa água foi depois...
Fala sério, você acredita mesmo na bíblia??

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Porque duvidam da ciência?

"Quanto mais a ciência avança, mais ela aparenta ameaçar as crenças daqueles que veem o mundo como sendo controlado por forças sobrenaturais"
Marcelo Gleiser, Folha de SP de 2/8/09

A frase do Marcelo explica bem... as pessoas em geral são resistentes a mudanças, em especial aquelas que mexem com seus hábitos e crenças religiosos.
O avanço da ciência vai deixando cada vez mais claro que tudo é fruto da evolução... e vem destruindo muitos dos mitos bíblicos (a idade da terra - 5.700 anos segundo a bíblia - é só o mais evidente deles).
Engraçado é que as pessoas acreditam ou não na ciência, conforme seus interesses do momento.
E fazem o mesmo com a bíblia!
Quando se descobre um novo remédio ou quando colocam a internet funcionando no seu bolso em um aparelhinho minusculo, ou quando as naves pousam em Marte... nessas horas todos admiram e aplaudem a ciência. Mas quando ela diz que o planeta tem 4,5 bilhões de anos e não 5.700... bem, aí as pessoas preferem crer que a ciencia está errada. Como os geólogos poderiam estar tão errados?? E os cientistas são os mesmos, as leis da ciència também... se sabemos pousar um jipinho em Marte não podemos errar tanto na datação das pedras do nosso próprio planeta, podemos?
E o mesmo fazem com a bíblia... quando deus manda matar, torturar, destruir, arrasar... bem, nessas horas é linguagem figurada. Quando o texto fala que Jesus tinha irmãos, bem, nesse caso a palavra não queria bem dizer irmão e sim "amigo"... mas quando a mesma palavra é usada para qualquer outra pessoa que não Jesus aí ela - milagre! - volta a significar... irmão. E sabem para que essa ginástica toda? Simplesmente porque se Jesus tivesse irmãos isso significaria que Maria, sua mãe, teria feito... sexo, o que, claro, o cristianismo não aceita. Logo, quando a bíblia fala de Tiago, "irmão de Jesus", é detalhe de tradução, a palavra quer dizer... amigo!
Religião: se você pensar, cai fora.

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Onipotente e onisciente: dois em um ?

Dizem as lendas que deus é onipotente e onisciente mas se pensarmos bem não dá para ser as duas coisas ao mesmo tempo...
Se deus é onisciente ele sabe tudo, inclusive o futuro. Mas ele não pode mudar esse futuro pois se o fizer então ele não sabia antes e se ele é onisciente tem que saber tudo sempre. E se ele não pode mudar o futuro...então ele não é onipotente.
e agora?

Quanto mais culto e rico... mais ateu.


Esse mapa diz muito e resolvi repeti-lo... ele mostra o percentual de crença em um deus, seja ele qual for. Paises como Portugal ou Turquia tem 90% de crentes . E os escandinavos, por exemplo, tem 80% de ateus. Quanto mais culto, esclarecido e desenvolvido é um povo menos ele fica disposto a basear sua vida em lendas, crendices e dogmas totalmente sem sentido.

Poeminha ateu do dia



se não crer em deus
soar muito pernóstico
omita ser um ateu
diga que é agnóstico!

Ministério Público pede retirada de símbolos religiosos de órgãos públicos em SP

Ministério Público pede retirada de símbolos religiosos de órgãos públicos em SP
Folha Online

O Ministério Público Federal em São Paulo pediu que a Justiça obrigue a União a retirar todos os símbolos religiosos fixados em locais de grande visibilidade e atendimento ao público em órgãos públicos federais no Estado.

No pedido, a Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão pede também a aplicação de multa diária simbólica de R$ 1 em caso de descumprimento. A multa deverá servir como um contador do desrespeito à determinação judicial. O prazo proposto pelo Ministério Público para a retirada dos símbolos é de até 120 dias após a decisão.

Segundo o Ministério Público, a ostentação de símbolos religiosos seria uma ofensa à liberdade de crença dos cidadãos. Além disso, o órgão argumenta que a Constituição Federal determina que o Brasil é um Estado laico, ou seja, onde não há vinculação entre o poder público e a religião.
Para o procurador regional dos Direitos do Cidadão e autor da ação, Jefferson Aparecido Dias, cabe ao Estado proteger todas as manifestações religiosas sem tomar partido de alguma. "Quando o Estado ostenta um símbolo religioso de uma determinada religião em uma repartição pública está discriminado todas as demais ou mesmo quem não tem religião afrontando o que diz a Constituição", defendeu.

A beleza da criação...

Imagens do mês de agosto (2009) - Álbum de Fotos - UOL Ciência e Saúde

Foto tirada no deserto do Chile onde no céu se vê um braço da Via Lactea, uma visão maravilhosa, inspiradora. Habitamos um planetinha que é um graozinho de areia girando em torno de uma pequena estrela em um canto perdido de um dos braços dessa maravilhosa espiral de gas e matéria. Apenas uma dentre 200 bilhões de estrelas só na Via Lactea, que é apenas uma das bilhões de galaxias existentes. Tudo isso girando a bilhões de anos no espaço, preso às forças da gravidade universal. Somos tão insignificantes... mas mesmo assim há quem tenha a pretensão de achar que o criador disso tudo passa o dia todo a ouvir as preces de cada um de nós na Terra e resolvendo quem deve e quem não deve ser atendido, assim como checar diariamente se você rezou virado para o lado certo, se não trabalhou no dia errado nem comeu misturas proibidas de alimento. Para depois, quando você morrer, resolver se você fica com ele no céu para toda a eternidade ou se vai arder no inferno pelo mesmo período (antecipadamente nos desculpamos mas as vagas no purgatório estão suspensas tendo em vista as recentes declarações da Igreja Católica que tal lugar não existe.
Olhe a foto (que é linda) e acredite: é tudo carbono, ferro, hidrogenio, tudo reagindo a magnificas explosões e reações químicas, em velocidades e distancias que à inteligencia humana não é fácil conceber e entender. Muito mais fácil acreditar do que pensar...
Acredite nessas coisas quem quiser, eu não quero.

Contradições e atrocidades da bíblia, parte I

Você já leu a bíblia? De verdade? Não estou falando de dar uma olhadinha, uma folheada ou uma lidinha rápida só em algumas partes mais conhecidas, eu falo de realmente ler, analisar, pensar, investigar quem escreveu, em que época e em quais circunstancias. Leu? Duvido... a não ser que você seja evangélico, pastor ou beato, mesmo sendo religioso provavelmente faz o que milhões de outras pessoas fazem: assume que aquilo é "a palavra de deus" e que portanto os textos são "sagrados" e que contesta-lo seria uma "blasfêmia". Quanta bobagem...
Em primeiro lugar deus nunca desceu à terra para ditar esses textos, nem enviou e-mails celestes nem escreveu com raios e trovôes. Tudo que se lê na bíblia foi escrito por seres humanos, antigos escribas do deserto, que puseram no papel lendas, contos, tradições orais que vinham sendo repetidas (e modificadas...) por gerações e gerações. Esses textos foram com o tempo reunidos, filtrados, adaptados, traduzidos, cortados, editados, traduzidos de novo e de novo... até ficarem do jeitinho que as igrejas queriam. Bastou acrescentar a palavra "sagrada" na capa e esperar alguns séculos até que a autenticidade por antiguidade fizesse seu trabalho.
E hoje lá está ela, prontinha para guiar sua vida (e também para esconder dolares, como fizeram o bispo e a bispa da igreja do Kaká...).
Vamos aqui postar uma série de pequenos textos com contradições e atrocidades da biblia, coisas que em geral os religiosos omitem, disfarçam ou alegam que nem tudo deve ser levado ao pé da letra (só o que interessar...)
Só como aperitivo lá vai a 1a:
Porque a bíblia se preocupa tanto com a genealogia de José se ele não era pai de Jesus?? Dois evangelhos falam disso (aliás, de forma contraditória, cada um tem uma lista de antepassados diferente!) e é importantíssimo para as religiões dizer que Jesus descende de David e de Salomão... mas quem descende é José e ele, como se sabe, nada fez com Maria já que ela era virgem.
E agora??

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Poeminha ateu que recebi aqui no blog:

Esse não é do Lineu, é do Perce... que visitou o site e deixou aqui um poeminha
ateu para nossa pequena coleção:


Rezam os jogadores, abraçados em comunhão:
antes do jogo (que lindo!), momento de iluminação.
Mas ganha quem chutar dentro, sem dó nem coração.
Ou todo joga empataria, para nossa frustração.


Os poeminhas ateus não tem, claro, nenhuma pretensão literária... são apenas pequenas gozações, cutucadinhas nos religiosos sobre a precária lógica dos dogmas por eles seguidos...
Enquanto eles rezam... a gente se diverte.

domingo, 2 de agosto de 2009

Jesus é uma farsa !

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/esporte/fk0208200921.htm


Link para mais um maravilhoso texto desse incansável ateu
Juca Kfouri. Ele iniciou uma cruzada contra essa insuportável
invasão que o futebol sofre desses religiosos chatos, jogadores
mediocres com seus dedinhos para cima, goleiros com suas rezinhas
e supertições na trave e times fazendo circulos no gramado para
agradecer sabe-se lá o que a sabe-se lá a quem. Sem falarmos nas
mensagens nas camisetas ("Eu pertenço a Jesus" é a mais
vomitável) e na esposa do Kaká, uma fanática desmiolada e
histérica. Que saudades dos tempos em que futebol era no estádio
e missa nas igrejas.

sábado, 1 de agosto de 2009

Menino de 7 anos rouba carro para não ir a igreja.

Menino de 7 anos é perseguido após pegar carro porque não queria ir à igreja.

Pai da criança disse que não tinha ideia que seu filho havia pego o veículo. Maioria das crianças inventa doenças para não ir à igreja, disse policial.

"A maioria das crianças inventa doenças para não ir à igreja", disse o policial Klint Anderson, destacando que o departamento havia recebido uma denúncia sobre uma criança que estava dirigindo um veículo com imprudência. Após dirigir por algumas ruas, o garoto voltou para casa, desceu do carro e saiu correndo. Quando os agentes interrogaram o pai da criança, ele disse que não tinha ideia que seu filho havia pego o veículo. "Os policiais tiveram que explicar para ele que haviam perseguido seu filho", disse Anderson. "O pai confrontou o garoto, que admitiu que tinha dirigido o carro. Quando perguntaram por que ele pegou o carro, o menino disse que não queria ir à igreja.

Esse é dos meus... boa garoto !!

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Lógica religiosa


Sensacional... e dispensa comentários, os quadrinhos falam por si...
Tirei essa imagem do ótimo blog Malleus Maleficarum: http://mallmal.blogspot.com/.

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Outro poeminha ateu:



Reza o centroavante
E também o goleiro
e deus agora atende
quem rezou primeiro?

Perguntinha do dia, valendo 10 pontos:

Porque deus permite que padres sejam pedófilos e destruam a vida de
crianças inocentes com seus desejos sexuais reprimidos? Se deus pode tudo,
porque simplesmente não evita que isso aconteça?

terça-feira, 28 de julho de 2009

O que afinal esse deus quer de nós ??

Frase que retirei de um excelente texto de Helio Schwartsman que eu li na Folha On Line:

"Se existe mesmo um Deus monoteísta, o que ele quer de nós? Que guardemos o sábado, como asseguram judeus e adventistas; que amemos ao próximo, como asseveram alguns cristãos; que nos abstenhamos da carne de porco, como garantem os muçulmanos e de novo os judeus; ou que não façamos nada de especial e apenas aguardemos o Juízo Final para saber quem são os predestinados, como propõe outra porção dos cristãos? "

Se alguém souber a resposta...é só postar.

Perguntinha do dia, valendo 10 pontos:

Por que Deus abriu o Mar Vermelho para que Moisés tirasse os judeus do Egito mas não abriu os portões dos campos de concentração? Hein, hein ??

Você come nhoque da sorte ??

Come? Quero dizer, lembra do dia, vai ao restaurante, coloca notinha de dinheiro sob o prato, tudo isso? Já parou para pensar em como isso funcionaria? Porque, supostamente, completar esse bizarro ritual traz sorte mas... quem será que a traz? Como? E se você comer lasanha ao invés de nhoque, será que funciona ou "seja lá quem for" que está "seja lá onde for" não vai te enviar sorte porque não era nhoque? E se você comer mas esquecer de colocar a nota embaixo do prato? Será que há uma fada madrinha do nhoque, ou um gênio da lâmpada do nhoque ou algo assim? Mesmo que soe ridículo, teria que existir sim, caso contrário quem lhe trará a sorte?
Pense um pouco antes de se submeter a essas crendices tolas... coma seu nhoque (ou lasanha ou espaguete) em paz e depois lute pelos seus sonhos, sem depositar suas esperanças em um prato de comida que no final só servirá para uma coisa: matar sua fome.

domingo, 26 de julho de 2009

JESUS: Ele sempre cumpre o que promete! Experimente.

A Associação do Sagrado Coração de Jesus conta que Jesus em pessoa apareceu algumas vezes a Santa Margarida em 1673 e fez a ela 12 promessas e quem as cumprir receberá graças espirituais.
Eu não resisto a comentar cada uma delas:

1a Promessa:“A minha bênção permanecerá sobre as casas em que se achar exposta e venerada a imagem de meu Sagrado Coração
Egolatria pura, quer dizer que ele só abençoará aqueles que pendurarem na parede uma foto abençoada (??) de seu coração (??). Porque será que Jesus - filho de deus e supostamente onipotente e onisciente - precisa disso? Porque simplesmente não abençoa os bons e pronto?

2ª Promessa: “Eu darei aos devotos de meu Coração todas as graças necessárias a seu estado.
De novo... basta você pendurar a tal foto na parede e receberá todas (veja bem, não algumas, todas!) as graças. De graça!

3ª Promessa: “Estabelecerei e conservarei a paz em suas famílias”.
Redundancia... se isso é uma graça já está incluida na promessa anterior.

4ª Promessa: “Eu os consolarei em todas as suas aflições”.
Mas... não deveria haver aflições, eu vou pendurar a foto e receberei TODAS as graças!

5ª Promessa: “Serei refúgio seguro na vida e principalmente na hora da morte”.
Seja lá o que isso significar...

6ª Promessa: “Lançarei bênçãos abundantes sobre os seus trabalhose empreendimentos”.
Toda religião faz isso, é o "toma lá, dá cá". Ou "é dando que se recebe". Seus emprendimentos não serão bem sucedidos porque você foi competente mas sim porque você pendurou a foto do coração na parede e recebeu as graças.

7ª Promessa: “Os pecadores encontrarão em meu Coração fonte inesgotável de misericórdias”.
Adorei essa, é como se dissesse: pequem a vontade e depois venerem meu coração (na verdade, a foto..) e serão perdoados!

8ª Promessa: “As almas tíbias tornar-se-ão fervorosas pela prática dessa devoção”.
Looping, tão comum nas religiões: se você se devotar com fervor vai se tornar um... fervoroso devoto!

9ª Promessa: “As almas fervorosas subirão em pouco tempo a uma alta perfeição".
Promoção de carreira rápida, corra porque é só até sábado: pendure a foto do coração na parede e seja promovido a espirito iluminado!

10ª Promessa: “Darei aos sacerdotes que praticarem especialmente essa devoção o poder de tocar os corações mais endurecidos”.
Ah, e eles fizeram isso mesmo... e muitos deles tocaram mais que corações endurecidos... e foram condenados por pedofilia, como se sabe uma praga solta dentre os padres e sacerdotes em geral.

11ª Promessa: "As pessoas que propagarem esta devoção terão o seu nome inscrito para sempre no meu Coração”.
Um bom publicitário não faria melhor, vejam que ação promocional interessante: traga um novo sócio e ganhe um mês grátis. Ou algo assim.

12ª Promessa: “A todos os que comunguem nas primeiras sextas-feiras de nove meses consecutivos, darei a graça da perseverança final e da salvação eterna”.
Jesus fica lá no céu controlando, se você pular uma sexta tem que começar de novo. E porque 9 e não 7 ou 12 semanas ? Porque Jesus só dá essas graças a quem cumprir essas regras tolas?

Releia a 1ª. Promessa...O Sagrado Coração pede apenas para você colocar a imagem dEle em sua casa, para receber essas bênçãos prometidas.O que está esperando? Você só precisa preencher seu cadastro, e em alguns dias estará recebendo a sua Estampa, já benta por um sacerdote, pelo Correio.

Ah, chegamos ao ponto, a resposta para todas as perguntas acima: preencha seu cadastro e adquira a tal foto e aí... ou doe dinheiro, ou pague 10% do que você ganha. Enfim, coloque a mão no bolso e ajude a sustentar a igreja.

Religião: se você pensar, cai fora.