terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Deus não ouve minhas orações.

Rezei para que ele nos livrasse do molusco... e ele matou Paul, o polvo.
Orei com fervor e esclareci: não era esse e sim aquele que elegeu uma
mulher presidente para poder voltar ao poder.
Ele matou Kirchner.
Melhor desistir antes que morra mais algum inocente.
(capturado na internet)

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

terça-feira, 16 de novembro de 2010

São Cirilo: é assim que a igreja cria seus santos.


Hipátia (370-415 DC), filha de Theron, era uma cientista, matemática, astrônoma, líder da escola de filosofia neo-platônica e diretora da Biblioteca de Alexandria. Cirilo, o arcebispo de Alexandria, a odiava por ela ser um símbolo da ciência e da cultura que, para a igreja primitiva, representavam o paganismo. Ela continuou seu trabalho apesar das ameaças até que, no ano de 415, foi cercada pelos monges e paroquianos de Cirilo, despida e esfolada até a morte com cacos de cerâmica. Seus restos foram queimados, suas obras destruídas e Cirilo foi canonizado.
(Carl Sagan)
.
Quando você for rezar para um santo lembre-se que quem decide quem é e quem não é santo não é deus nem Jesus nem Maria e sim um grupo de burocratas do Vaticano com interesses corporativistas. São Jorge, por exemplo, era.. deixou de ser... e depois foi re-canonizado. Pode isso? O que será que o velho guerreiro ficou fazendo durante o periodo em que foi desantificado? Matando dragões na lua??

sábado, 13 de novembro de 2010

Hawking: "não é preciso um Deus para criar o Universo"

Em seu mais recente livro, The Grand Design (O Grande Projeto, em tradução livre), o cientista britânico Stephen Hawking, afirma que "não é preciso um Deus para criar o Universo", pois o Big Bang seria "uma consequência" de leis da Física.

"O fato de que nosso Universo pareça milagrosamente ajustado em suas leis físicas, para que possa haver vida, não seria uma demonstração conclusiva de que foi criado por Deus com a intenção de que a vida exista, mas um resultado do acaso", explicou um dos tradutores da obra, o professor de Física da Matéria Condensada David Jou, da Universidade Autônoma de Barcelona.

Há 22 anos, em seu livro Uma Nova História do Tempo, Hawking via na racionalidade das leis cósmicas uma "mente de Deus". O cientista inglês acredita agora que as próprias leis físicas produzem universos sem necessidade de que um Deus exterior a elas "ateie fogo" às equações e faça com que suas soluções matemáticas adquiram existência material.

Assim, aquela "mente que regia nosso mundo" se perde na distância dessa multiplicidade cósmica, segundo o tradutor.

Hawking admite a existência das equações como fundamento da realidade, mas despreza a ideia de que as equações poderiam ser obras de um Deus que as superasse e que transcendesse todos os universos.
PORTAL TERRA, 13 DE NOVEMBRO 2010

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

A ciência salvou minha alma.

Com tantos videos e livros religiosos circulando e lavando cérebros por aí é um alívio quando encontramos um que mostre o outro lado, o da ciência.
Vale a pena conferir:

http://www.youtube.com/watch?v=KIiH9GJ10TE&feature=player_embedded#!

Conheci esse video através do ótimo blog:

http://souevoluido.blogspot.com/

que também vale a pena ser visitado.

Aleluia, irmão... deixe a ciência dominar seu coração!

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Ateu acredita em astrologia?

A princípio uma coisa não teria nada a ver com a outra.
Na teoria a astrologia versa sobre a influência dos astros (planetas, basicamente) na vida das pessoas.
Não fala sobre deus, espíritos, vida após a morte, nada disso.

Vejamos o que diz o Wikipédia:

A Astrologia (do grego astron, "astros", "estrelas", "corpos celestes", e logos, "palavra", "estudo") é uma disciplina que alega que as posições relativas dos corpos celestes podem prover informação sobre a personalidade, as relações humanas, e outros assuntos mundanos. Um praticante de astrologia é chamado astrólogo. A comunidade científica considera que a astrologia é uma pseudo-ciência ou superstição, uma vez que, até hoje, nenhum astrólogo apresentou evidências oficiais acerca da eficácia de seus métodos.

Astrologia é, portanto, um tema não religioso.
Mas ateus tem uma caracteristica bem forte: só acreditam na ciência, pseudo-ciência não vale. Superstição, então, nem pensar.
Logo... nada de acreditarmos em horoscopo, em especial aqueles de jornal que só dizem coisas como “dia bom para resolver pendencias pessoais” ou “viagem internacional a vista”.
Horoscopo funciona mais ou menos como todas as outras enganações: análise probabilistica associada à forte desejo em acreditar.

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Mais fotos fajutas de Chico Xavier.




Chico Xavier e seus fantasminhas. Detalhe importante: não são fotos feitas secretamente nem por inimigos de Chico. Ele posa para as fotos ao lado de suas "materializações" - mistificações primárias pois, como é facil verificar, não passam de pessoas cobertas com panos brancos. As fotos foram entregues por Chico às revistas Manchete e Realidade no início da década de 60.

domingo, 19 de setembro de 2010

Woody Allen, em uma frase, disse tudo.

O que vemos é o que existe.
(Woody Allen em entrevista à Folha de SP de hoje)

sábado, 18 de setembro de 2010

Ateu acredita em ET ?



A pergunta, a princípio, pode parecer estranha ou absurda afinal, em teoria, a vida extra terrestre nada tem a ver com a vida após a morte.
Mas ambas tem uma coisa em comum: hoje, dependem de fé.
Para quem baseia suas crenças no pensamento científico tanto uma como a outra aguardam comprovação e não passam, hoje, de especulação. São, apenas, possibilidades e jamais houve sobre os temas um único caso comprovado cientificamente.
A sobrevivência à morte de um “corpo astral” sempre foi a base fundamental de todas as religiões, que trocam consolo e esperança por dinheiro.
Milagres, comunicações com o além, reencarnações, não passam de especulação e quase sempre podem ser explicados pela ciência.
Se as pessoas pudessem escolher seu destino entre o “morreu, acabou” e o “morreu e vai para o céu” não hesitariam e assim fica fácil compreender porque há muito mais religiosos que ateus: a fé oferece perspectiva muito mais agradável.
No caso da vida extraterrestre acontecem processos semelhantes.
A comunidade cientifica internacional converge em direção à idéia de que o processo de evolução que aconteceu na Terra pode ter acontecido em outros pontos do universo.
Afinal, os elementos químicos e as leis da física são, comprovadamente, as mesmas em qualquer estrela, planeta ou nebulosa de qualquer galáxia. Carbono, oxigênio, hélio estão em toda parte, assim como a gravidade, a matéria escura e os processos de fusão nuclear. A luz viaja da mesma forma e na mesma velocidade esteja você aqui ou em uma galáxia há bilhões de anos luz e quem afirma isso não é o papa ou o Edir Macedo e sim a ciência.
No entanto não houve até hoje um único caso de contato extra terrestre que tivesse comprovação cientifica.
Claro, há relatos de abdução, há discos que foram “vistos” por multidões, há inscrições misteriosas em montanhas, há os “deuses astronautas”, o ET de Varginha, o Caso Roswell e tantos outros mas todos, sem qualquer exceção, carecem de uma prova cientifica de que não tenham passado de ilusão, fraude, engano ou má interpretação de um fenômeno natural.
Mas como a ausência de evidência nunca pode ser interpretada como evidência da ausência... o homem continua procurando. O mais importante programa cientifico de busca de vida extraterrestre é o SETI (Search for Extra Terrestrial Inteligence) que rastreia os céus 24 hs por dia à procura de um sinal de rádio, de luz ou qualquer outra forma de comunicação que comprovadamente seja emitida por uma fonte inteligente e de forma intencional.
Mas, até agora, nada, nem um único sinalzinho. Se surgiu vida em outros lugares ela ainda não se comunicou conosco.
Claro, assim como tem gente que vê Jesus na torrada e acredita que um facho de luz seja a mãe de Chico Xavier há também os que acreditam que já fomos visitados por discos voadores mesmo que não haja disso qualquer comprovação (a não ser que você considere programas do Discovery Channel como prova... o que, convenhamos, só alguém muito ingênuo faria).
Quanto à vida após a morte e a existência de um deus criador, sou 100% ateu. Já quanto à existência de vida extra terrestre – inteligente ou não - sou 100% agnóstico.
Desta forma, respondendo ao titulo deste post, eu digo que ateu não acredita em deus mas pode sim perfeitamente acreditar que existam ET´s. Mas permanecemos no aguardo da comprovação pela ciência desta que será a mais importante noticia de todos os tempos: a de que não estamos sós no universo.
Espero viver para isso... até porque, depois que eu morrer... acabou.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Papa protetor de pedófilos acusa ateus.

Quando a gente acha que já viu e ouviu todas as besteiras que os religiosos tem para nos oferecer... vem o lider da igreja mais suja do planeta (sim, a católica) com uma declaração totalmente estapafúrdia dessas:

"Há uma tirania nazista que tenta erradicar Deus da sociedade.
Até mesmo durante as nossas vidas, nós conseguimos lembrar como a Grã-Bretanha e seus líderes se levantaram contra a tirania nazista que queria erradicar Deus da sociedade e negava nossa humanidade comum a muitos, especialmente os judeus, que se julgava indignos de viverem", disse Bento 16.

Só para lembrar, esse papa - sem graça, sem carisma e eleito através de uma sórdida articulação política interna no Vaticano - foi membro do exercito nazista na juventude, além de marcar seu papado por uma inacreditavel leniência no combate e punição aos padrecos pedófilos.

A Associação Humanista da Grã-Bretanha reagiu e disse que as declarações do papa são "surreais":

"A noção que foi o ateísmo dos nazistas que os levou ao extremismo e a visões cheias de ódio, ou que [o ateísmo] de alguma forma alimenta a intolerância na Grã-Bretanha hoje é uma calúnia terrível contra aqueles que não acreditam em Deus", afirma a associação em uma nota.

Eu pergunto: será que os padres e bispos católicos pedófilos são... ateus?? Será que a pedofilia impune não faz muito mais pela erradicação de deus da sociedade que o ateismo?
E, por último, será que a erradicação de deus da sociedade não seria uma dádiva??

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Nosso Lar: uma das maiores bobagens já escritas (e agora filmadas...) em todos os tempos.


Quem costuma entrar aqui no blog já sabe o que eu penso de Chico Xavier.
Atrás daquele ar santificado havia um homem com inúmeras passagens muito mal explicadas em sua vida.
Para ele só há duas explicações possíveis: esquizofrenia profunda associada a multiplas personalidades ou fraude.
Eu aposto na fraude.
Chico passou a vida sendo sustentado pelos direitos autorais de seus livros, além de com eles ter feito investimentos imobiliários pessoais.
Os livros são de uma pobreza literária facilmente identificável nos primeiros paragrafos: ele troca nomes e datas a torto e direito e comete erros historicos tolos, alguns meras repetições de erros localizados em livros de história que usava como fonte.
Mas em "Nosso Lar" ele se superou.
Chico Xavier descreve - ops, na verdade foi o "espírito" de André Luiz - a vida após a morte em um centro de recuperação, o tal Nosso Lar.
Lá, depois de uma temporada rápida no umbral (uma espécie de inferno sem diabo) você vai para uma colônia que localiza-se, pasmem, sobre o Rio de Janeiro.
Se você não for atingido por nenhuma bala perdida vinda de baixo poderá se recuperar do trauma da morte acompanhado de seus entes queridos, passeando por alamedas floridas e descansando em sua nova casa.
Nosso lar tem prefeito, ministerio, onibus... acredite se quiser.
Esse tipo de literatura espírita explora a angústia que a ideia da morte causa nas pessoas e oferece perspectiva muito melhor.
E por isso é um sucesso, independentemente de ser ou não verdade.
Dê ao cliente o que ele quer receber e faça sucesso.
Religiões, na verdade, atuam no ramo do entretenimento, trocando dinheiro por consolo e esperança.
A Igreja católica sempre fez isso, desde os tempos das indulgências (quando bastava pagar para se livrar dos pecados e ir para o céu).
Mais de 1 milhão de pessoas já viram "Nosso Lar" nos cinemas e aposto que todas foram para casa sentindo-se bem com a perspectiva de, ao morrerem, irem para um lugar tão agradável.
Pena que tudo não passe de fruto da imaginação de Chico Xavier (ou de seu "sobrinho" que, segundo seu próprio depoimento, escrevia alguns dos livros "psicografados").
Quem quiser acreditar que depois que morrer vai ficar flutuando sobre o Rio de Janeiro em uma cidade tranquila e feliz, que o faça. Pode até aproveitar e imprimir o mapa que aparece neste post, assim não se perde quando chegar lá.

Eu já acho que morreu, acabou.
E por isso mesmo repito sempre: quem se preocupa menos com vidas passadas ou futuras vive bem melhor esta.

Padre é preso ao embarcar com 52,8 mil euros.

Notícia completa na Folha on line de hoje:

http://www1.folha.uol.com.br/poder/796019-padre-e-preso-ao-embarcar-com-528-mil-euros.shtml

Essa é para os tolos que dão dinheiro às igrejas...

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Resposta ao "Sr. Anônimo" : Chico Xavier, ET´s e outras coisinhas.

.
Venho recebendo mensagens de um leitor "anônimo" questionando alguns posts aqui do blog e me fazendo diversas perguntas e desafios. Apesar de seu tom desnecessariamente agressivo e mal educado fiz questão de responder, quem quiser ler as mensagens trocadas elas estão no post sobre o filme "Nosso Lar". Como os temas são de interesse de quem entra aqui no Lineu eu preferi responder às ultimas através deste post... ficou um pouco longo, me desculpem por isso, mas acho que a leitura vale a pena.=================================================================================

Caro anônimo,

Esse facho de luz que foi filmado em frente ao hospital onde estava Chico Xavier é fenômeno relativamente raro mas que já foi filmado inúmeras vezes. Recentemente uma emissora de TV (da Australia, se não me engano) filmou um idêntico passando atrás do apresentador que dava uma notícia ao vivo. O que você acha que era, o espírito da mãe desse apresentador?
A explicação científica exata para o fato eu não tenho mas, como eu já disse antes, para a ciência o “não sei” é um desafio que a move para a frente, ao contrário dos tolos religiosos para quem o “não sei” é sempre interpretado como algo divino ou espiritual.
Tem gente que olha uma mancha diferente na torrada ou no fundo de uma foto e diz que é Jesus... tem gente que sonha um sonho bem “real” e acha que visitou o plano espiritual.

Você se diz cético e ateu mas acredita em reencarnação, espíritos e curas mediúnicas?

Usar como argumento o fato da polícia americana usar médiuns em investigações é risível... governos, políticos, autoridades e programas de TV fazem isso direto, o que você me diz da prefeitura do Rio de Janeiro que vira e mexe paga a Fundação Cacique Cobra Coral para garantir sol em algum evento? Não vá me dizer que você também acredita que haja um espírito de índio véio no céu fazendo chover...vai?

A massa é em geral muito ignorante e mística (as duas coisas sempre andam juntas) e adora essas coisas. Politicos fazem isso para ganhar votos, TV faz para ganhar audiência, polícia para ganhar popularidade.

Já que você gosta tanto do embuste que foi Chico Xavier, responda então (agora é minha vez): o que era aquela mulher vestida com um lençol em uma foto ao lado dele? O que era aquele sujeito com cara de idiota e um pano saindo da boca? Para o “maior médium do Brasil” ela era um fantasma e ele era alguém expelindo ectoplasma... Chico Xavier foi infantilmente enganado pelas revistas da época (Realidade, Manchete) com truques banais como o de pedir comunicação com uma pessoa que nunca existiu ou pedir que ele ajudasse na recuperação de alguém que já havia morrido há anos.
E ele caia com um pato.
O “sobrinho” que o acompanhava no início da carreira morreu em um acidente pouco tempo depois de confessar que quem escrevia os livros era ele mesmo e algumas vezes o próprio Chico, livros aliás repletos de erros bobos em nomes e datas (não havia Wikipédia na época e Chico baseava seus textos na literatura disponível, nem sempre exata).

É sempre muito mais fácil acreditar do que pensar.

O cérebro humano ainda não teve todo o seu potencial desvendado pela ciência, há fenômenos que contrariam a lógica mas isso não quer dizer que sejam fenômenos espirituais. Nosso cérebro nos prega peças toda hora e mais uma vez eu gostaria de te recomendar a leitura (urgente!) do livro de Carl Sagan, “O Mundo Assombrado pelos Demônios”. Cegos de nascença que descrevem coisas, pessoas “mortas” que voltam à vida, gente capaz de se comunicar à distância ou que “sai do corpo” e conta em detalhes o que viu são fatos comuns que ele explica, dentro dos limites do conhecimento da ciência, com muita propriedade.

A Revista Superinteressante deste mês traz uma matéria sobre novos tratamentos psiquiátricos que estão em teste, um deles é o da “memória plantada”. Através de alguns métodos de sugestão eles conseguem que a pessoa “lembre” com convicção de um fato que nunca ocorreu ou que esqueça um que de fato aconteceu. Da mesma forma que conseguem fazer isso de maneira forçada sabem que algumas pessoas fazem isso de maneira natural e essa é a explicação para quase todos os casos de abdução, por exemplo. A pessoa jura que esteve no disco, viu os et´s, falou e viajou com eles, etc. Se você a colocar em um teste da verdade, ela passa. Mas, claro, nunca esteve em disco voador algum, é uma memória plantada por ela mesma, mais um dos processos mentais ainda não perfeitamente explicados pela ciência.

Ainda sobre Chico Xavier, muita gente usa esse seu argumento de que ele escreveu 400 livros e nunca usou o dinheiro a seu favor. Bem, primeiro que é mentira, Chico viveu disso a vida inteira, comprou imóveis e sustentou vários “sobrinhos” com o dinheiro dos direitos autorais. Segundo, ao que me parece ele não era perdulário ou ganancioso e apesar de sua vida ser uma fraude do principio ao fim ele fez mesmo muita caridade e ajudou muita gente, o que não prova nada a não ser o fato de ser uma boa pessoa. Ou muito esperto. Ou os dois.

Você cita Zé Arigó... ora, anônimo, tenha a “santa” paciência... nunca houve campo mais fértil para o charlatanismo que os processos de cura espiritual! Padre Quevedo, Carl Sagan e tantos outros cansaram de desmistificar esses picaretas, o método deles é o mesmo usado pela ciganas que vendem “amarração do amor”, é pura análise probabilística associada à imensa facilidade que uma pessoa doente e desesperada tem para acreditar em coisas assim. Se você quiser posso explicar o método em detalhes mas não é muito diferente do que você vai ler no post sobre a amarrração.

Além disso, como a ciência já constatou, rezar faz bem a saúde (leia um post aqui sobre isso) e nada há de religioso nisso. Determinação, vontade, pensamento positivo e crença na ajuda divina muitas vezes fazem as pessoas melhorarem mesmo, em processos ainda não muito bem compreendidos pela medicina. Homeopatia, por exemplo, é cientificamente difícil de ser comprovada e é considerada placebo pela maior parte dos médicos mas eu pessoalmente posso testemunhar que ela me fez muito bem em algumas ocasiões e não me parece que tenha sido obra de algum espírito.

Você também cita ET´s... de novo, anônimo, procure ler mais, aprofunde-se um pouco na leitura cientifica, não se limite a textos fantasiosos ou sensacionalistas... não há até hoje um único caso comprovado de visita extraterrestre... 99% dos casos são explicados pela ciência, pela Nasa ou pelo governo local e o 1% restante cai naquela situação: não é porque não se encontrou a explicação que isso comprove terem sido ET´s.

Vou te contar um caso: eu tenho um poderoso telescópio, gosto muito de astronomia e várias vezes pessoas vieram até mim relatar terem visto luzes estranhas no céu... eram, sempre, simplesmente satélites, que passam todos os dias no mesmo lugar nas mesmas horas mas não podem ser vistos por causa das luzes das cidades. Para quem não sab,e aquela luz correndo o céu só pode ser um disco voador e elas sempre saem repetindo que viram um!
Balões meteorológicos, auroras, jatos, nuvens carregadas corrrendo o céu em velocidade são em geral as causas, mas há também ilusão, alucinações coletivas, bebedeiras e a velha e boa fraude, muito comum.

O universo é imenso, somos apenas um cisco, um pedregulhinho perdido num cantinho de uma galáxia comum dentre bilhões, com bilhões de estrelas e planetas dentro dela. Pode ser que o que ocorreu aqui tenha ocorrido em outros lugares e sobre esse assunto não sou “ateu” mas agnóstico, ou seja, é possível... mas até hoje não tivemos prova alguma disso. Há diversos programas científicos sérios (o SETI é o mais conhecido) investigando e rastreando o céu em busca de mensagens, sinais, sons ou imagens... mas até agora, nada. Nadinha. Nem um sinalzinho que seja. Mas a ausência de evidência não é necessariamente evidência da ausência e a ciência vai continuar procurando pois é assim que ela se move para a frente.

Por último, caro anônimo, só um pequeno conselho: o fato de alguém pensar diferente de você não faz dele necessariamente um burro, idiota ou um cabeça oca como você se referiu a mim.
Abra seu coração para a ciência... aceite a lógica em seu coração...rsrsrs... pare de acreditar piamente em qualquer bobagem que lê ou escuta, vá atrás das coisas sérias... e seja um pouco mais educado e menos agressivo pois isso não leva ninguém a lugar algum.
Abraço,
Lineu, cada vez mais ateu.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Caro leitor, procure ler os POSTS ANTIGOS... ateismo não envelhece, os crentes estão há 10 mil anos dizendo as mesmas coisas !!

Uma dica: nos posts mais antigos aqui do Lineu há muita coisa interessante para ser lida... Chico Xavier e suas fraudes, o crescimento do ateismo na Europa, a morte absurda de D. Zilda Arns, pedofilia nas igrejas, contradições da bíblia, piadas, charges e poeminhas ateistas... além de textos e links para textos mais profundos ou analíticos sobre religião e ateismo.
Basta ir rolando a página...
Posts sobre ateismo são como as lendas cristãs: não envelhecem!!

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Nosso Lar: preparem-se, vem aí o filme, baseado em mais uma fraude de Chico Xavier.

Antes que me perguntem, sim, eu li "Nosso Lar". Como estilo literário é primário, tosquinho mesmo, um passo além do tatibitati. Já a história... ah, quanta fantasia. Segundo o "autor" (o "espírito" de André Luiz) a vida aqui na terra é que imita a vida espiritual, o que explica sua descrição do que nos espera após a morte. Se você aguardava uma vida tocando harpa na nuvem, ou sentadinho(a) ao lado de um deus barbudo e velhinho, esqueça. Segundo o texto "psicografado" por Chico Xavier (aquele que tirava fotos ao lado de fantasmas e colocava lençois na boca de pessoas em transe para dizer que era ectoplasma)ao morrer vamos para uma espécie de triagem onde ficamos por um tempo variável, que depende de nosso estágio de "iluminação" e dos pecados cometidos na última vida. Depois disso vamos para uma cidade - Nosso Lar - onde temos casas, prédios, ônibus (?!?), ministérios (oh, não!) e tudo mais que temos nesta vida aqui. Nada há de espantoso nisso, afinal, segundo eles, a vida aqui é que foi feita como uma imitação da "de lá", como resultado de nossas memórias profundas das outras vezes que já moramos em Nosso Lar.
Claro, para quem acredita em Adão e Eva, maçã do pecado, virgens que dão a luz e mortos que ressuscitam... acreditar nessa fábula é fichinha. Mas mesmo os mais dedicados crentes terão alguma dificuldade em crer na primariedade do que é contado em Nosso Lar.
Não leia o livro, não veja o filme, não perca seu tempo.
Quem se preocupa menos com vidas passadas e futuras... vive melhor esta.
Não deixe que uma fraude do tamanho de Chico Xavier tome seu dinheiro nem ocupe seu tempo.

terça-feira, 20 de julho de 2010

Muçulmanos da Indonésia descobrem que rezavam na direção errada.

Autoridades religiosas da Indonésia confirmaram que muçulmanos estavam rezando na direção errada há meses. Os fiéis estavam voltados para a Somália em vez da Arábia Saudita, onde fica a cidade sagrada de Meca. Um clérigo admitiu o erro do cálculo realizado em março, afirmando que a orientação correta para as orações é noroeste – em vez de oeste.
Ma’ruf Amin, chefe da divisão de fatwa do Conselho Ulema, disse que a diferença de mais de mil quilômetros entre a Arábia Saudita e a Somália não significa que as preces dos fiéis não foram ouvidas.
(Fonte: Radar Global, blog do Estadão)

Essa é daquelas notícias que me fazem rir, rir e rir...

domingo, 18 de julho de 2010

O que significa a palavra "sagrado" ??

Essa é uma boa pergunta: o que afinal significa "sagrado" (a)?
É palavra usada por todas as religiões e credos e costuma provocar arrepios (de medo ou de prazer) nos chamados "tementes a deus".
As vacas na India são... sagradas. Assim como a bíblia mas, afinal, o que isso quer dizer?
Nosso querido Aurelio diz o seguinte:

Sagrado
adj. Consagrado ao culto: vasos sagrados. / Que recebeu a consagração, que cumpriu as cerimônias de sagração. / Relativo à religião ou ao culto. / Inviolável. / Venerável, respeitável: compromisso sagrado. // Fig. Fogo sagrado, sentimentos nobres e apaixonados: o fogo sagrado da liberdade. // Livros sagrados, o Antigo e o Novo Testamento. / &151; S.m. O que é sagrado: o sagrado e o profano. // Sagrado Coração, o Coração de Jesus, venerado pelos católicos.

Ou seja, se você espremer... não sai nada. Nadinha... então sagrado quer dizer "que recebeu a consagração", isso é tão boa definição quanto dizer que uma pessoa bonita tem beleza... é um looping genial, dá a impressão de dizer muito e não diz nada.
Venerável é aquele que deve ser venerado, sabe-se lá porque.
Inviolável...bem, aqui temos um significado interessante... por exemplo, quando dizemos que a constituição é sagrada queremos dizer que não pode ser alterada (inviolável) e não que tenha sido escrita por deus.
Na verdade o que se observa é que quem decide o que é ou não sagrado somos nós, os humanos, sem qualquer ajuda do divino. Adicione-se a chamada "autenticidade por antiguidade" e qualquer coisa que venha sendo chamada de sagrada por séculos a fio será, sem dúvida, algo que veio de deus e que como tal deve ser respeitada.
A bíblia, por exemplo: um livro de grande valor historico mas que basicamente se compõe de lendas, tradições orais e contos milenares, mas com a palavra "sagrada" na capa imediatamente se transforma na "palavra do senhor", mesmo que tenha sido inteirinha escrita por pobres mortais. Nenhum texto na historia da civilização foi tão editado, adaptado, traduzido, re-editado, re-traduzido... os evangelhos, por exemplo, sabe-se que apenas 4 são "sagrados" mas na verdade esses foram escolhidos pela igreja, de acordo com seus interesses. dentre tantos outros que foram escritos.
Para os tupis o rio era sagrado, assim como a vaca dos hindus, as pedras de Stonehenge e o solo das catedrais. Para uma coisa ser considerada "sagrada" basta que alguém um dia diga que é e que outros acreditem e passem anos repetindo isso.
Assim, toda vez que se deparar com algo "sagrado", desconfie.
------------------------------------------------------------
EM TEMPO: Hoje, 24 de Julho, a Coreia do Norte anunciou que vai iniciar contra Estados Unidos e Coreia do Sul uma... GUERRA SAGRADA. Percebem? Qualquer coisa pode ser chamada de sagrada por qualquer um... Estou até pensando em passar a considerar este blog... sagrado.

Cada um acredita no que quer....

sábado, 17 de julho de 2010

quarta-feira, 14 de julho de 2010

59% dos brasileiros acreditam em Deus e também em Darwin.

Notícia da Folha On-Line de 02/04/10, com meus comentários no meio do texto:


Ao investigar as convicções sobre o desenvolvimento da espécie humana, pesquisa Datafolha mostrou que a maioria crê em Deus e em Darwin. Para 59%, o homem resulta de milhões de anos de evolução, mas guiada por um ente supremo, informa reportagem de Hélio Schwartsman publicada nesta sexta-feira pela Folha (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal).

Ou seja, deu-se o milagre do jeitinho brasileiro, acharam um meio termo cômodo: a evolução que a ciência diz ter havido é certa, mas foi deus quem projetou tudo assim.
Esqueceram apenas de avisar os redatores da bíblia que afirmam ter sido a terra criada há 11 mil anos. E aqui cabem aquelas perguntinhas incômodas: se a bíblia é "sagrada" e é a "palavra de deus" como pode conter um erro tão grave? Podemos confiar em um livro que está comprovadamente errado, não em uma afirmação secundária mas no eixo central da historia que conta?


Um em cada quatro brasileiros, porém, acredita que o ser humano foi criado por Deus há menos de 10 mil anos.

Um assombro, isso dá quase 25 milhões de pessoas que acham que deus, quando não tem o que fazer, esconde ossos de dinossauro pelo planeta, só para confundir os cientistas.
Esquecem-se que os cientistas que afirmam ter a terra 4,5 bilhões de anos são os mesmos que criam remedios, aviões, computadores. Como poderiam estar tão certos em algumas coisas e tão errados em outras?
Fé por conveniência: quando interessa, crê. Quando não, duvida.


Para 8%, a evolução se dá sem interferência divina.

Essa é a minha turma...

Os índices variam segundo a classe social e a educação. Quanto maiores a renda e a instrução, maior é a parcela de darwinistas e menor a de criacionistas, que dão mais peso à ação divina.

Bingo! Fica claro que basta se educar para a pessoa perceber o absurdo do pensamento criacionista.

terça-feira, 13 de julho de 2010

Diagrama de Jesus.




Não sei de onde roubei esse gráfico, muito bom...

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Jesus nasceu em dezembro?

.
O filho de Deus nasceu em uma gruta no último mês do primeiro ano da nossa era, em Belém. Foi visitado por três reis magos. Certo? Inteiramente errado!

Os evangelistas não mencionaram a data do nascimento de Jesus Cristo. Lucas informou que pastores estavam em vigília noturna, guardando o rebanho nos campos, atividades de primavera ou verão no hemisfério norte. Bispos dos primeiros séculos fizeram numerosas especulações; alguns aderiram ao 25 ou 28 de março, outros, ao 19 de abril ou ao 20 de maio.

Convém saber que, até o século IV, os cristãos do Ocidente não comemoravam o nascimento de Jesus. Os do Oriente festejavam no dia 6 de janeiro a “manifestação” de Jesus na terra, chamada de “epifania do Senhor”.

No mundo pagão do século III, o culto de Mitra, também chamado de “Sol Invencível”, adquiriu grande importância no mundo romano. O império promovia, todo dia 25 de dezembro, grandes festas e jogos em homenagem ao dies natalis (dia do nascimento) desse deus.

No século seguinte, para se opor à popularidade desse deus pagão, a Igreja resolveu situar em 25 de dezembro o nascimento de Cristo, o novo “Sol Invencível”. Ou seja, tratou-se de uma decisão política, não relacionada a evento histórico em si.

O ano do nascimento de Jesus é também motivo de debates. Mateus diz que Jesus nasceu no reinado de Herodes, o Grande. Ocorre que esse rei da Judeia morreu no ano 4 a.C. Como poderia Cristo ter nascido antes de Cristo? Mais ainda, como se pode falar em ano 1?
No século VI da nossa era, o monge Dionísio Exíguo empreendeu rigorosíssimos cálculos para determinar o início da era cristã e a fixou em 754 após a fundação de Roma. Ele se atrapalhou notoriamente nesses cálculos e, ademais, não lhe ocorreu a necessidade de um ano zero entre -1 e +1.

Belém e a manjedoura também não estão livres de contradições. O evangelista Marcos escreveu que Jesus era natural de Nazaré, versão confirmada por João. Ocorre que Mateus e Lucas se desviaram do relato histórico e preferiram demonstrar que o nascimento de Jesus constituiu a plena realização de antigas profecias. Eles designaram Belém como o local da natividade devido a uma passagem do livro de Miqueias, escrito muitos séculos antes: “E tu, Belém, terra de Judá, de modo algum és o menor entre os clãs de Judá, pois de ti sairá um chefe que apascentará Israel.”

E a manjedoura? Lucas falou em um quarto de albergue no qual ficaram José e Maria. Mateus
evocou uma casa. A “gruta da natividade” foi invenção posterior. Boi e jumento apareceram tardiamente na tradição do Natal, inspirados em versículo do profeta Isaías: “O boi
conhece o seu dono; e o jumento, a manjedoura de seu senhor“.

Por fim, os três reis magos também são objeto de controvérsia. Mateus falou em magos, mas eram sábios vindos do Oriente, atraídos por uma estrela brilhante (talvez um cometa). Ninguém disse quantos eram. Só no século VI, um livro armênio dizia que eram três reis e três presentes oferecidos ao recém-nascido: ouro, incenso e mirra. Eles receberam os nomes de Melquior, Gaspar e Baltazar.

De onde vem o Natal que conhecemos? Não se sabe.

Catherine Salles, Historia Viva.

terça-feira, 6 de julho de 2010

Padre americano é acusado de roubar US$ 1,3 mi para pagar garotos de programa.

Notícia completa aqui:

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/762648-padre-americano-e-acusado-de-roubar-us-13-mi-para-pagar-garotos-de-programa.shtml

terça-feira, 22 de junho de 2010

Kaká, antes de tudo um chato.

Kaká, como jogador, é um vitorioso cheio de talento, gosto do futebol dele, de suas arrancadas e da classe com que conduz a bola. É um craque, foi no SP, no Milan e se o físico deixar será também no Real.
Mas como é chato esse seu lado bobo-religioso... qualquer que seja o assunto da entrevista ele consegue emitir opiniões fanatizadas e em geral imbecilizadas.
Agora foi com Juca Kfouri, respeitado jornalista (e ateu...), a quem Kaka acusa de o criticar apenas por ele "seguir Jesus".
Nossa, vá misturar assuntos lá longe... leio tudo que o Juca escreve e nunca vi nada nem parecido. Kaká devia é procurar ajuda psicológica para ver se consegue se livrar dessa dependência emocional que tem com Jesus e suas igrejas evangélicas pilantras.
E que leve sua mulher, há um vídeo dela no youtube que assusta.

Para o fanático Kaká deixo uma piadinha que até já circulou bastante pela internet:
Sabe porque Kaká não está jogando 100% na copa?
Porque ele dá 10% para a bispa.

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Frases famosas do ateu Saramago.

.

Não sou um ateu total, todos os dias tento encontrar um sinal de Deus, mas infelizmente não o encontro.

De que adianta falar de motivos, às vezes basta um só, às vezes nem juntando todos.

Dentro de nós há uma coisa que não tem nome, essa coisa é o que somos.

Não tenha pressa, mas não perca tempo...

É melhor ler a previsão do tempo antes de rezar por chuva.

Gostar é provavelmente a melhor maneira de ter, ter deve ser a pior maneira de gostar.

Trata-se de uma enxurrada de absurdos que apenas um homem não seria capaz de inventar. Foram necessárias gerações e gerações para produzir esse texto. (sobre a bíblia).

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Drive-thru da fé.

O estoque de bobagens das religiões - em especial das evangélicas - parece mesmo inesgotável. Uma dessas igrejas pega-trouxa de São Paulo lançou um drive-thru onde o incauto passa de carro, recebe uma benção e - claro - um pedido de doação. Vamos combinar que quem cai em uma besteira dessa merece mesmo ficar sem seu rico dinheirinho, deixando mais ricos os espertos "bispos" e "pastores" que criam essas coisas.
Dos Estados Unidos vem a noticia do que poderia ser chamado de "benção-delivery", mais prática ainda: você liga, conta seu problema, pede sua benção, paga no cartão de crédito e aguarda na linha. Assim que o cartão é aprovado entra uma gravação com a benção solicitada.
Um tolo e seu dinheiro cedo se separam.

terça-feira, 18 de maio de 2010

Como é o Paraíso?


Do site "Ateus do Brasil" tirei esse divertido diálogo entre um crente e um "não crente" sobre como deve ser o tal dia do juizo final e o paraíso.

Se você conversar com um cristão sobre o paraíso, você pode perceber claramente que a noção de paraíso e de vida eterna são imaginárias. Cada conversa será diferente, mas uma conversa típica seria mais ou menos assim:
— Jesus transcende a morte e promete a vida eterna para todos os que acreditam nele! Abra seu coração para o Senhor Jesus Cristo e ele lhe dará a vida eterna!
— Como ele fará isso?
— Você já leu o livro “Deixados para trás” (“Left Behind”)?
— Não.
— Você deveria! Eles já venderam mais de 20 milhões de cópias do livro, porque é verdade! Ele descreve exatamente o que irá acontecer. Um dia o Senhor Jesus irá chamar seus filhos para casa, e eles serão levados diretamente para o paraíso! Aviões cairão porque seus pilotos irão desaparecer. Carros batendo nos postes. Isso é exatamente o que está descrito na Bíblia.
— As pessoas desaparecerão completamente?
— Sim. Tudo o que vai ser deixado para trás serão suas roupas, suas jóias e seus aparelhos de audição! Os crentes serão transportados diretamente para o céu!
— Seus corpos pelados serão transportados para o céu?
— Há seis bilhões de pessoas no planeta. Cada uma delas pesa em média uns 70 quilos mais ou menos. Você está me dizendo que Deus transportará meio bilhão de toneladas de carne humana do planeta em um instante?
— Claro que não! Só os crentes serão transportados!
— OK, uns 200 milhões de toneladas?
— Sim!
— E para onde vão essas 200 milhões de toneladas?
— Para o paraíso!
— Para o paraíso? E onde fica isso?
— Fica em outra dimensão, claro! Deus mora no paraíso!
— Como todos esses corpos chegam nessa “outra dimensão” chamada “paraíso”? Eles voam para o céu e depois viajam através do vácuo do espaço?
— Não, seu bobo. Eles são desmaterializados e então rematerializados no paraíso!
— Então você está disendo que 200 milhões de quilos de corpos humanos pelados são de alguma forma “desmaterializados” deste universo e “rematerializados” em uma “outra dimensão” chamada “paraíso”? E que o processo de “desmaterialização” de alguma forma distingue entre carne humana natural e coisas não naturais como roupas e aparelhos de audição?
— Sim!
— Mas o que acontece com uma pessoa que tem válvuas cardíacas artificiais ou que tenham próteses de titânio na bacia? Essas coisas são removidas do corpo e deixadas para trás junto com suas jóias?
— Sim!
— Então o que acontece com essa pobre pessoa cujo coração pára de funcionar e cujas pernas ficam bambas desligadas se sua pélvis?
— O livro não fala sobre isso… Eu acho que Deus iria consertá-los!
— E quelas pessoas cujos corpos estão deteriorados com câncer, AIDS e efisemas?
— Deus os curariam também!
— E quanto a todos os corpos decréptos de 80 anos?
— Deus lhes dariam novos, belos e jovens corpos!
— E as pessoas que já morreram e cujo corpo já apodreceu?
— Deus lhes darão novos corpos também!
— Então por que se dar ao trabalho de transportar os corpos dos crentes para o céu? Não é mais fácil simplesmente lhes dar novos corpos e deixar seus corpos velhos na Terra?
— A Bíblia diz que seus corpos são transportados para o paraíso! Está escrito bem aqui nos livros “Deixados para trás”! Esta é a vontade de Deus!
— OK, então o céu vai ficar cheio de pessoas cujos corpos foram “desmaterializados” da Terra, e então “rematerializados” no “paraíso”. E então os corpos materializados são descartados e trocados por corpos novos. É isso?
— Sim! Agora você entende o poder do Senhor Jesus Cristo!
— E o que acontece depois?
— Os crentes todos viverão no paraíso em paz, harmonia e diversão por toda a eternidade!
— Como é o paraíso?
— Nós nos reunimos com todos os nossos amigos e parentes que já morreram! Nós encontramos nossos ancestrais pela primeira vez!
— Verdade?
— Absolutamente!
— E sobre pessoas como George Washington e Benjamin Franklin?
— Todo mundo estará lá! Você pode falar com todo mundo de toda a história! E você ainda pode se encontrar com Deus e Jesus. Mal posso esperar para ver Jesus!
— Isso parece divertido. O que mais?
— Bem, as estradas são pavimentadas com ouro! Tá escrito na Bíblia! E todo mundo terá uma casa grande! E você pode comer o quanto quiser sem engordar! Pra falar a verdade, você poder fazer tudo o que te deixaria feliz! Todo mundo lá é sempre feliz!

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Avião cai na Libia, morrem 103, só uma criança se salva. Lá vem milagre...

Triste notícia a queda de um avião na Libia, matando 92 passageiros e 11 tripulantes. Aposto e ganho como todas as reportagens sobre o evento, na TV, jornais, rádios e revistas, vão usar ao menos uma vez a palavra milagre.

http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u733796.shtml

Em um post antigo aqui no blog saiu um poeminha ateu que se aplica bem a este caso:


104 no avião que cai
103 vão para o vinagre
pois deus vosso pai
só pode fazer 1 milagre.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Aqui, lá, em toda parte.


Segundo dizem deus é onipresente, ou seja, está o tempo todo em todo e qualquer lugar.
Supõe-se que "qualquer lugar" refira-se ao universo todo.
Cada cometa, cada planeta, sol, galaxia.
E aqui na terra ele está o tempo todo em cada cidade, pais, montanha, mar ou caverna. O tempo todo vendo, ouvindo e muitas vezes participando.
Bem, isso inclui a sala da sacristia onde o padre pedófilo assedia meninos.
A sala do forno de Auschvitz.
O convés do Titanic, as aldeias africanas onde crianças e mulheres são estupradas e depois mortas, o porão daquele austriaco maluco que passou 20 anos violentando a própria filha.
Deus estava lá, vendo tudo isso.
Suprema ironia, deus está também no inferno. Onipresença é isso.
E que não venham comentários dizendo que estou criticando deus... ironia nem todos entendem, em muito posts o que eu procuro é chamar a atenção para a total falta de lógica e de bom senso na idéia de um deus criador, ouvidor de preces e atendedor de pedidos. Mesmo quem acredita em "uma força criadora" se pensar bem no assunto terá dificuldades para defender as teses e dogmas das grandes religiões monoteistas.

Creio em um Big Bang pai, todo poderoso, criador do céu e da terra.

Rezar faz bem à sáude?

Será que faz alguma diferença ter algum tipo de fé ou crença na hora da doença?
por Elisa Kozasa (Vya Stelar - UOL - 11 nov 2009)

Prática regular de rezar o terço, cantar mantras, meditar, aliviam o estresse e reduzem ansiedade de acordo com diversos estudos


Será que eu teria mais chances de me recuperar se eu acreditasse em um Deus ou em um plano espiritual? Ou na intervenção de um plano divino para minha saúde e bem-estar?

Em primeiro lugar, pessoas que apresentam alguma crença parecem atribuir maior significado para o que acontece em suas vidas, buscando extrair lições ou melhores comportamentos a partir de eventos negativos. Dessa maneira, parecem conseguir superar adversidades de maneira mais suave, evitando cair em processos depressivos patológicos.

Alguns estudos apontam também para o caráter preventivo da espiritualidade quanto a determinadas doenças, pois em geral irá gerar hábitos de vida mais saudáveis. Há pesquisas que apontam, por exemplo, que jovens que frequentam grupos religiosos possuem menor incidência de abuso de drogas e álcool.

Práticas regulares de rezar o terço, cantar mantras, meditar, aliviam o estresse e reduzem a ansiedade de acordo com *diversos estudos, trazendo um equilíbrio mental e emocional para seus praticantes.

Ter santos, messias, bodisatvas (ser de sabedoria elevada), heróis como exemplos de vida, nos trazem um alento, pois percebemos que mesmo sendo humanos podemos manifestar características divinas e superar grandes dificuldades.

Há estudos que mostram também os benefícios da prática espiritual para o bolso. Uma pesquisa com meditadores citada por Ramesh Manocha, médico e pesquisador que atua na Austrália, mostrou que eles custam menos para os sistemas de saúde. Tenho uma conhecida que certa vez me disse que lá na Califórnia onde ela mora, há um plano de saúde que dá descontos para meditadores.

Por outro lado, a literatura científica apresenta dados contraditórios quanto aos efeitos da prática de orações realizadas por terceiros. Há estudos que mostram um efeito positivo, porém, um estudo realizado por Herbert Benson, um dos pioneiros no estudo da espiritualidade, não conseguiu correlacionar orações realizadas a um grupo de pacientes, que não sabia que recebia essa intervenção, com alguma melhora no estado de saúde.

Talvez seja importante em primeiro lugar você mesmo acreditar em algo, além de saber que está recebendo algum tipo de apoio espiritual com uma oração. Para aqueles que não possuem algum tipo de fé, todo esse fenômeno pode ser explicado como um efeito placebo (aquele em que a pessoa acredita estar sendo tratada e melhora). **Ou seja, pacientes que têm alguma doença e que são tratados apenas por meio da ingestão de uma pastilha inócua, contendo nada mais do que farinha e talvez um pouco de açúcar, acabam se curando da doença, a uma taxa maior do que aqueles que não recebem tratamento algum

De qualquer maneira, placebo ou intervenção divina, os resultados da crença na melhora de sua saúde tem um efeito bastante benéfico.
==========================================
Ou seja, não importa se há ou não um deus ouvidor de preces nem se há santos atendedores de pedidos. O que importa é que crer e pedir, faz bem. A medicina já sabia disso há tempos, são muitos os relatos de casos de pessoas com câncer que querem tanto viver, lutam tanto por isso que acabam apresentando melhoras supreendentes. Claro, os religiosos a isso chamam de milagre mas a ciência tem evoluido bastante a idéia acima, ou seja: acreditar que está recebendo ajuda divina faz a pessoa se sentir mais forte, apoiada, incentivada. E ela melhora!

Eu particularmente penso que o mesmo resultado pode ser obtido com meditação.

sábado, 24 de abril de 2010

Interessante debate sobre a existência de deus.

Debate transmitido pela TV e internet entre ateistas e teistas
sobre a existencia de deus.
Curioso observar, ao final, o total desencanto e falta de argumentos
dos teistas quando obrigados a deixar de lado a fé e a bíblia.
Para os teistas se há um quadro, há um pintor. E se há criação
tem que haver um criador.
Mas engasgam quando perguntados quem então teria criado deus...
Outro deus?

http://www.youtube.com/watch?v=phU9VtpQ-CM&feature=player_embedded

domingo, 18 de abril de 2010

Monsenhor admite sexo com coroinha, se compara a Jesus e diz que bispo sabia dos casos.

O monsenhor Luiz Marques Barbosa reconheceu que manteve relações sexuais com um ex-coroinha, mas negou a prática de pedofilia. Ele prestou depoimento na tarde deste domingo (18) a integrantes da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Pedofilia, no Fórum de Arapiraca (AL), pediu “perdão pelo pecado” e se comparou a Jesus Cristo. “Renova-se em mim o que ouvi na Sexta-feira Santa, que foi Jesus dizendo: ‘tiraram minha roupa, cuspiram sobre mim e me crucificaram’. É isso que estou passando”, relatou, para, em seguida, pedir perdão aos presentes ao depoimento. “Queria pedir que atendessem ao meu clamor: perdoem-me! Já me confessei a Deus também”.

Só para lembrar: a Igreja Católica é uma das únicas religiões importantes que mantem a regra do celibato. Protestantes, judeus e muçulmanos, só para citar algumas das maiores, permitem e incentivam que seus "pastores" se casem.
Para a Igreja Católica manter o celibato tem uma razão só: econômica.
Padres casados têm filhos que herdam seus bens.
Jesus nunca pediu que seus seguidores não se casassem.

Fé na igreja, irmão!

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Ateísmo não lhe dá nada, só a verdade.

"O ateísmo não oferece nada para mim
Nunca ofereceu e nem nunca oferecerá
Não faz me sentir bem e nem me conforta
Não está lá para mim quando eu estou doente ou deprimido
Ele não pode intervir no momento que é preciso
Não vai me proteger que se levantam contra mim*
Não se importa se tiver sucesso ou fracassar
Não vai secar as lágrimas dos meus olhos
Não faz nada quando eu não tenho um lugar para ir
Não me dá sábios conselhos ou conforto
Não tem ensinamentos para que eu aprenda
Não pode me mostrar o que é ruim ou bom
Nunca inspirou ou guiou ninguém
Não me ajuda atingir meus objetivos
E não tenta me parar quando estou me divertindo
Nunca salvou uma única alma
Não leva o crédito por cada coisa que eu conquisto
Não me faz me abaixar e me ajoelhar
Não exige que eu tenha que crer
Não vai me torturar pela eternidade
Não vai me ensinar a odiar ou desprezar os outros
Não pode me dizer o que certo ou errado
Não vai dizer a ninguém que eles não podem se amar
Nunca diz a ninguém a que grupo eles devem pertencer
Ele pode fazer você pensar que a vida talvez valha ser vivida
Não tem nada a oferecer a mim, isso é verdade
Mas a razão pela qual o ateísmo não me oferece nada
É porque eu nunca pedi por isso
Ateísmo não oferece nada porque ele não precisa
Religião promete tudo, porque você assim o quis
Você não precisa de uma religião para ter fé
Você quis assim porque queria se sentir seguro
Eu quero sentir a realidade e nada mais
Então o ateísmo me oferece tudo o que a religião roubou antes"
Richard Coughlan

domingo, 11 de abril de 2010

Jesus no muro, na torrada, Maria no tronco, papa no fogo.







Jesus, Maria e Cia Ltda jamais aparecem no Vaticano, na missa ou na ceia de natal. Mas estão sempre aparecendo nas vidraças, nas torradas, nos muros.
Tenha fé, irmão!

sábado, 10 de abril de 2010

Siga o Lineu!

Rezou
não resolveu?
esqueça a igreja
e siga o Lineu!


www.twitter.com/lineuoateu

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Jesus apareceu no chiclete !!



Esse tal de Jesus gosta mesmo de aparecer em lugares e situações inusitados.
Já vi gente dizendo que ele estava na torrada, no miolo do tomate, em uma colina de Marte, na foto da montanha nevada (se você olhar fixo por 30 segundos), no vidro da janela.
Não sei porque o filho de deus tem tanto trabalho, ele parece gostar mesmo dessa coisa misteriosa, mistica.
Aparecer no céu para a humanidade inteira ve-lo, nem pensar.
Mas no chiclete dessa americana maluca ele aparece.
vejam o que ela disse:

"Logo que olhei, eu pude ver Jesus Cristo", disse Noden, mãe de duas crianças. "Eu tinha acabado de voltar das compras quando coloquei o chiclete na lareira para comer cereais, como sempre faço. Quando voltei para pegar o chiclete, Jesus estava lá", disse.

Tudo resolvido no Rio de Janeiro: Lula apelou a deus.

A primariedade dos raciocínios religiosos é de espantar, mesmo quando sai de um cérebro tosco como o do Lula.
Vejam o que declarou ontem nosso presidente sobre as tragédias no Rio:

"Quando o homem lá em cima está nervoso e faz chover, só temos de pedir a ele para parar a chuva no Rio e que a gente possa tocar a vida na cidade".

Perfeito.
Quer dizer então que a causa das chuvas é o nervosismo de deus??
(não seria... de São Pedro?)
Quer dizer que o melhor que temos a fazer é pedir a ele que pare??

Mas...se é deus, com seu nervosismo, que está causando as chuvas, porque ele as pararia? Só porque Lula pediu?
Se deus se importasse com o Rio ou com as mortes, porque teria enviado as chuvas? (ele é onisciente, logo, ao iniciar as chuvas já sabia tudo que ia acontecer, certo?).

É tudo tão primário... mas nada surpreendente, são afirmações vindas de gente que acredita em maçãzinha do pecado, cobra que fala, planeta que só tem 10 mil anos, santo que atende pedidos, etc, etc.
Lula, desempaque o seu empacado PAC, invista em infraestrutura, trabalhe e pare com essas bobagens religiosas populistas, você vai acabar indo para o inferno por conta dessas coisas!

terça-feira, 6 de abril de 2010

Chico Xavier, o passado te condena.



No início de sua, digamos, carreira, Chico Xavier usava truques primários, amadores.
Vejam a foto ao lado e atentem para um detalhe: ela foi divulgada à época como sendo uma materialização de um espírito com quem o medium se comunicava.
Ou seja, ele afirmava - a sério - que essa pessoa ridiculamente vestida com um lençol era um espírito "materializado".
Reparem que Chico sorri e posa para a foto.
Mais tarde o "fantasma" foi identificado como sendo uma mulher com diversas passagens na polícia por charlatanismo, seu nome era Otília Diogo e foi presa poucos dias depois da foto em um quarto de hotel. 
Em sua bagagem a polícia encontrou - adivinhem - a fantasia de fantasminha, completa.

O truque era tão primário que CX logo parou com essas "materializações", alegando que seus textos bastavam e que, afinal, era preciso ter fé.
Isso depois de ser seguidamente desmascarado pelas Revistas Manchete e Realidade, sem que seu mito pareça jamais ter sido atingido.

Chico Xavier psicografou mensagens de pessoas vivas ou inventadas, caindo em armadilhas infantis preparadas pelos jornalistas. E "psicografou" um livro onde o espírito sei lá de quem descrevia em detalhes a vida em... Marte.

Datações erradas, erros históricos tolos, nomes impossíveis, textos plagiados, tudo isso foi exaustivamente mostrado nas revistas e pela TV na época.

Mas acreditar é sempre mais fácil que pensar.
Porque se pensar... não dá para acreditar no Pluft, o Fantasminha Camarada e amigo 
do seu Chico...ou dá?

Em tempo: observem o pano branco enrolado que parece sair da boca do homem sentado. Chico dizia ser "ectoplasma", fruto do exorcismo.

Acredite quem quiser, Lineu não quer.

domingo, 4 de abril de 2010

CHICO XAVIER: O HOMEM, O MITO, A FRAUDE.

O mais famoso médium brasileiro estaria esta semana completando 100 anos de vida e por conta da data teremos o lançamento de livros, documentários, programas especiais na TV e de pelo menos um longa metragem sobre sua vida.
Não quero me estender demais sobre o tema mas para Chico Xavier só há duas explicações possíveis: esquizofrenia profunda (ou algum outro tipo semelhante de distúrbio) ou fraude.
Há os que defendam a 1ª hipótese - procurando com isso salvar sua reputação – com evidências de que sofreria de epilepsia e que esta lhe causaria múltiplas personalidades, o que hoje talvez fosse classificado como bipolaridade. Chico mesmo escreveria seus textos mas sem ter consciência disso.
Há, entretanto, uma enxurrada de provas e evidências mostrando que, na verdade, tudo nunca passou de uma fraude bem construída e defendida a unhas e dentes por toda a vida do caridoso espírita.
Mensagens psicografadas de pessoas vivas, mensagens enviadas por pessoas que nunca existiram e foram inventadas por jornalistas, fotografias de fantasmas (sim, com lençol branco na cabeça e tudo), textos plagiados, livros repletos de tolices (como o que descreve a vida em Marte) e inúmeras informações falsas sobre sua biografia (a mais evidente é a que dizia ser Chico uma pessoa iletrada, procurando com isso justificar que os textos só poderiam ser escritos por espíritos). Sem falar no sobrinho que pouco antes de morrer em um acidente de carro deu entrevistas às revistas Manchete e Realidade contando que na verdade os textos eram escritos pelo próprio Chico e muitas vezes por ele mesmo, o sobrinho!
Não veja o filme, não leia os livros, não perca seu tempo: Chico Xavier é uma fraude do tamanho do espiritismo, nada além disso.

sexta-feira, 2 de abril de 2010

5 coisas que, se acontecerem, farão Lineu deixar de ser ateu na hora.






Ao contrário do que dizem muitos religiosos os ateus não são por natureza pessoas teimosas que se recusam a aceitar as crenças alheias.
Pelo contrário, céticos em geral estão acostumados a mudar de idéia.
A ciência muda de idéia a cada nova descoberta e não há nisso uma fraqueza, ao contrário.
Assim, inspirado em um texto que li no “The atheism pages”, relaciono abaixo 5 coisas que se acontecessem me fariam deixar de ser ateu no ato.
Não acho que seja pedir muito, uma delas já bastaria:



Uma profecia realizada: digamos que um religioso afirme ter visto Jesus e ouvido dele que as 10 horas da manhã do dia x do mês tal no ano tal haverá um terrível terremoto que destruirá uma determinada cidade. Se acontecer como previsto, me convence.



Um membro amputado voltar: essa é clássica, eu aceitaria como prova se um grupo de religiosos de qualquer linha orasse pedindo a deus que restaurasse a perna (braço, mão, até um mindinho eu aceito) amputada de alguém e isso acontecesse. Para um deus onipotente deveria ser fichinha mas em milhares de anos de história bíblica, nunca ocorreu.



Alienígenas visitarem a terra e descerem de suas naves com crucifixos no pescoço. Ah, essa me faria virar coroinha e pagar dízimo. A idéia pode parecer ridícula em um primeiro instante mas pensem bem: se foi mesmo esse deus judaico-cristão que criou o universo em 6 dias ele é deus em todos os planetas, sois, nebulosas e galáxias. Saber que enviou seu filho para morrer em outros pontos do universo para salvar outros povos seria para mim prova definitiva da existência desse deus.



Um contato direto, alto e claro, com deus, Jesus ou Maria. Posso até aceitar um anjo ou santo, mas nada de vozes sussurrentas saindo do vento que bate nas arvores, nem visões indefinidas, enfumaçadas e carentes de interpretações. Estou falando de aparecer de forma clara e cientificamente inexplicável para um grupo grande de pessoas sãs, à luz do dia, e falar. Lembrem-se, Moisés teve esse privilégio, porque deus nunca mais falou diretamente com ninguém nesses milênios todos?
Um “oi, Lineu, como vai, sou eu, deus” já me faria ajoelhar, levantar os dedos ao céu com os olhos esbugalhados, como se eu tivesse feito um gol.



Morrer e continuar existindo em espírito. Eu estaria morto mas totalmente convencido sobre a existência de deus. Algum deus.
Porque se houver vida após a morte, com ou sem reencarnação, haverá um deus pois alguém terá que ter criado aquilo tudo, alguém teria que estar na administração. Afinal, seriam bilhões de almas nascendo, morrendo, reencarnando, sem um deus onipotente no controle seria uma bagunça, não daria certo.
Admito que seria uma prova um tanto tardia...mas como para quase todas as religiões a vida que importa é a próxima...nela eu serei crente!



Mas desde já fica combinado que certas coisas não valem: aparecer na torrada ou no vidro da janela, fazer estátua chorar, conversar com pastorinhos no alto da colina, surgir em fotos PB de montanhas nevadas de forma que só dá para ver se ficar olhando fixo para a foto por 1 minuto, fazer pescadores acharem estatuetas no fundo do rio, profecias vagas tipo Nostradamus ("a rosa vermelha vai nascer no dia da glória"), milagres capengas contados por pessoas que não estavam lá, aparecer em sonhos fazendo previsões, etc.
Lineu só deixa de ser ateu se uma das 5 coisas acima acontecer. Uma só.
Vou esperar.
Sentado.

sábado, 27 de março de 2010

Lula e o Papa: nenhum dos dois sabia.

A desculpa favorita de um infrator sempre é: eu não sabia!
Lula disse isso quando explodiu o escandalo do mensalão, querendo que o país acreditasse que politicos do seu partido desviavam dinheiro público para comprar votos de parlamentares da oposição sem que o chefe supremo soubesse. Ãhã...
Agora vem o "santo" papa (um ex-soldado do exercito nazista, sempre é bom lembrar) usar a mesma e esfarrapada explicação para justificar a falta de uma atitude severa da "santa" igreja contra casos escandalosos e repetidos de pedofilia. Há fortes indicios que ele, pessoalmente, fechou os olhos sobre provas claras do que acontecia, apenas para preservar a imagem da sua "santa" instituição.
Pois se não sabiam, os dois, que soubessem.
E quando souberam, que tivessem agido com firmeza.
Igrejas, como governos, não estão nem um poucos preocupadas com a verdade ou com a justiça e sim com votos, dinheiro e poder.
Pense nisso na hora de votar... e também quando alguma igreja lhe pedir dinheiro ou devoção.

segunda-feira, 15 de março de 2010

Esqueça Jesus e viva como um bom cristão.


É revoltante saber que o querido Glauco foi morto por um alucinado que gritava ser Jesus.

Mais uma vítima do fanatismo sem sentido que as religiões provocam em seres emocionalmente desequilibrados.

Mas fazer sentido nunca foi o forte de religião alguma.

Seitas, religiões e religiosos preocupam-se obcecadamente com a idolatria a Jesus e esquecem-se de seguir seus ensinamentos.

E sobre isso, como ateu, posso dizer que na verdade não faz a menor diferença se ele existiu, se era filho de deus ou se ressuscitou.

Não importa se as coisas aconteceram da maneira descrita na bíblia.

Mas sim que sua história deixou um legado que é seguido por milhões. E é um bom legado, composto por exemplos e ensinamentos totalmente... do bem.

Tinha tudo para dar em um grande religião. E deu.

Mas disvirtuando tudo, prendendo-se a dogmas inuteis e regras primitivas, dá espaço de sobra para o surgimento de fanatismos como o que matou Glauco.
Ame Jesus! Aceite Jesus! Sinta Jesus! Eu sou Jesus!
Se ao invés de carregar cruzes no peito, erigir estátuas do Cristo, adorar seu "sagrado" coração ou a ele endereçar seus pedidos pessoais as pessoas simplesmente fossem...cristãs, será que o mundo não seria bem melhor?

Não matar, não roubar, dizer não à violência, perdoar, ser caridoso.

Sem se importar se ele vai voltar ou se ele ouve pedidos. Sem auto flagelos para sentir o que ele sentiu. Sem espalhar cruzes pela sua vida.

Esquecer Jesus e viver como bons cristãos. Ateus ou não.

Parece contraditório. E é.

domingo, 14 de março de 2010

Adeus Glauco... e obrigado.

Mais uma vítima do fanatismo religioso, morto por um esquizofrênico que acha que é Jesus.

sábado, 13 de março de 2010

Quer ser feliz no amor?


A Policia de São Paulo tem registro de pessoas que chegam a pagar R$ 5.000 pelos serviços de "amarração do amor".
Basicamente pagam uma "vidente" (ou algo assim) que fará um "trabalho espiritual" (seja lá o que for isso) para fazer com que aquele noivo ingrato volte para ela.
De imediato, com uma só consulta! E nem precisa ir lá, basta pagar e ela te atende por carta.
Genial.
Pelo folheto ao lado a gente vê o baixo nível da coisa.
Como é fácil convencer alguém que está louco para acreditar...
E o que vocês me dizem dela ser credenciada pela Federação Brasileira de Cultos Afros? Dá vontade de dizer "ah, agora sim, então é sério, acredito!".
Observem: ela é multimídia, além de problemas do amor resolve também qualquer parada no trabalho e até na justiça.
Em outro post, mais abaixo, contamos o pulo do gato de como esse golpe funciona.

quinta-feira, 11 de março de 2010

Numerologia: desculpe dizer, mas se você acredita você é um manné.

Um ateu coloca em um mesmo balaio os tarôs, horóscopos, leitura de mãos e todos os seus assemelhados. Para quem não crê na existencia de um mundo espiritual fica totalmente sem sentido imaginar que a vida de uma pessoa já esteja "escrita" e possa ser lida em linhas da mão ou borra de café. Não é o meio da leitura que é o problema e sim o conceito, por ser absurdo.

De todas essas bobagens uma se destaca pela primariedade de sua essência: a numerologia.

Do site "how stuff works" eu tirei uma definição hilária do que seria esta "ciência":

"Segundo a numerologia cada número tem uma vibração única, que dá a ele certas propriedades. Estas propriedades podem esclarecer o comportamento de uma pessoa ou predizer se parceiros são compatíveis. A análise numerológica pode determinar o número ou dia de sorte de uma pessoa. Números recorrentes podem dar pistas sobre como o mundo funciona ou o significado de pessoas e eventos. Muitos numerólogos dizem que nada acontece por acaso - tudo acontece por causa dos números. "

Eu adorei a idéia dos numeros "vibrando" por aí. Quais deles seriam... os escritos, os falados? Para duas pessoas serem compatíveis seus "numeros" tem que vibrar na mesma frequência, seja lá o que isso signifique.

Isso me lembra bastante os comerciais de pasta de dente que dizem "comprovado por rigorosos testes científicos", sem nunca dizer que testes são esses.

Basta que alguém um dia tenha escrito que numeros "vibram" e definem destinos para que os crédulos de plantão saissem por aí mudando seus nomes para Fernanndo e Robberta.
Simplesmente ridículo.

A beleza da matemática, a dança dos números e a simetria da natureza não merecem ser usadas desta forma, totalmente sem embasamento científico.
Embuste puro, tanto quanto amarração do amor e leitura de tarô.

Desculpe dizer mas se você acredita mesmo em numerologia você é um manné.

Agora, se você prefere crer na ciência do que nas crendices, fique com a definição do Wikipedia:

"Numerologia é uma pseudociência que se dedica ao estudo das influências e qualidades místicas dos números. Segundo a numerologia, cada número ou valor numérico é dotado de uma vibração ou essência individual e indicaria tendências de acontecimentos ou de personalidade, apesar de não haver qualquer evidência científica de que os números apresentem tais propriedades. O filósofo grego Pitágoras é considerado por alguns numerólogos o pai da numerologia, apesar de não haver qualquer relação entre os cálculos que formam o mapa numerológico e o filósofo grego. Na verdade a numerologia é uma derivação da Gematria, um ramo da Cabala, que utiliza o alfabeto hebraico como base. A numerologia seria então uma adaptação dos princípios da Gematria para o alfabeto romano."

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Frases ateístas divertidas !

.

Se deus existisse ele já tinha me convencido.



Rezar para o sol, lua ou alguma pedra "sagrada" ou rezar para deus resulta na mesma proporção de pedidos atendidos.


Quem precisa de pastor é ovelha.


Se a Bíblia prova a existência de Deus então as revistas em quadrinhos provam a existência do Super Homem.

TER FÉ É ACREDITAR EM ALGO QUE NÃO EXISTE.

Se você fala com deus, você é religioso; se ele responde, você é psicótico.


Sabia que não existe Satã? É apenas deus quando está bêbado.


Prefiro o paraíso pelo clima, o inferno pela companhia". Mark Twain.


Para os peixinhos do aquário, quem troca a água é deus. (Mário Quintana)


Rezar é a melhor maneira de não fazer nada e achar que está ajudando.


Cobra que fala, maçã do pecado, perda do paraíso. Você segue uma religião ou um conto de fadas? (Lineu)

Se Jesus tivesse sido enforcado voce carregaria uma forquinha no pescoço?


Se deus quer que eu creia nele deveria me dar um sinal. Um depósito na minha conta na Suiça seria suficiente (Woody Allen).


Sabe o que dá o cruzamento de um ateu com uma testemunha de Jeová? Alguém que toca sua campainha e não fala nada.


Se o homem vem do barro, somos parentes dos tijolos? 


Adoro Jesus, quando ele nasce eu ganho presentes, quando ele morre eu ganho chocolates. 

Cristianismo: mais seguro do que uma lobotomia e tão eficaz quanto. 

“Se lhe ensinassem que os elfos causam a chuva, todas as vezes que chovesse, você veria a prova dos elfos.” 


“Infiel: Em Nova Iorque, alguém que não acredita na religião Cristã; em Constantinopla, alguém que acredita.” (Ambrose Bierce) 


Nada falha como a prece. (Annie Laurie Gaylor) 

“A única desculpa de deus é que ele não existe.” (Marie-Henri Beyle) 

"E ao 4,5 bilionésimo ano o homem disse: Que haja deus.” (Justin Thomas) 

"Se só Jesus salva, para que o memory card?"

"Um ateu acredita no que houve, um religioso no que ouve."

"Quem tem espírito crítico não precisa de espírito santo."

"Para alguns bispos e cardeais...papáveis são os coroinhas."


segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Islândia, país com o maior indice de ateismo no mundo.



Já publiquei aqui mais de uma vez um mapa que mostra o indice de ateismo de cada país da Europa e a pequena e gelada Islândia bate perto dos 80%.

Ou seja, lá quase ninguém acredita em deus e vivem todos muito bem sem ele.

Vejam o que disse a cantora Bjork sobre seu país:


"A Islândia se destacou em uma coisa: quando nos perguntam em que acreditamos 90% dizem ‘em nós mesmos’. Eu acho que me encaixo nesse grupo. Se me meto em algum problema, não há deus ou alá que vai me salvar. Eu tenho que me virar sozinha."


Pois é, Bjork, você e o resto da humanidade... mas a maioria ainda não percebeu isso.

sábado, 20 de fevereiro de 2010

"É um milagre", diz mãe de sobrevivente de veleiro que afundou na costa brasileira.

Navio canadense com 64 estudantes e professores naufraga a 500km da costa brasileira e todos se salvam usando botes salva vidas até a chegada do resgate.
Até aqui, normal.
Quer dizer, não para a mãe de um dos alunos salvos, para ela tudo foi um milagre.
Com o cuidado de darmos o devido desconto pela emoção do momento... proponho analisarmos essa noticia junto com a de baixo aqui no blog, a que fala sobre o teto da mesquita que caiu.
Então deus deixou que os muçulmanos morressem (assim como fez com Zilda Arns) mas preocupou-se em salvar os estudantes canadenses.
Qual será o critério desse deus tão cruel e tão bonzinho ao mesmo tempo?
Já recebi mensagens aqui de pessoas que dizem que eu reclamo de deus e o critico.
Não!!!
Nada disso... se a ironia é suave demais fica importante esclarecer: estes posts tem um objetivo muito diferente que é o de chamar a atenção do leitor para a total falta de lógica dos crentes que aceitam a ideia de um deus criador e ouvidor de preces que fica interferindo o tempo todo em cada detalhe da vida de cada ser sobre a terra.
Eu não critico deus, faço bem pior que isso: afirmo com todas as letras que ele não existe.
Vamos à luta, a vida é curta e estamos sós...

Minarete desaba e mata 36 pessoas que rezavam em mesquita no Marrocos.


Essa é mais uma para a nossa seção "Onde estava deus nessa hora?".

Um minarete de 400 anos desabou matando 36 e ferindo 71 pessoas que se encontravam rezando na mesquita naquela hora.

Deus, como sabemos, gosta muito de trucidar seus fieis desabando tetos de igreja (vide Zilda Arns) e de mesquitas sobre suas cabeças.

Há outros casos descritos aqui no blog: pessoas pisoteadas em eventos religiosos, assassinadas na saída de cultos, intoxicadas com água "benta".

Leia a noticia completa na Folha Online:



É nessas horas que a existencia de um deus criador, ouvidor de preces e atendedor de pedidos fica ainda mais ridícula e sem sentido.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Para Elton John Jesus era gay.

O cantor britânico Elton John, 62, deu uma entrevista a revista norte-americana "Parade" na qual declarou que Jesus era gay. A entrevista ganhou destaque no tabloide inglês "The Sun".
"Acho que Jesus tinha muita compaixão, era um homem gay superinteligente, que entendeu os problemas da humanidade", disse.
"Jesus queria que nós amássemos e perdoássemos. Não sei o que faz as pessoas serem tão cruéis. Tente ser uma lésbica no Oriente Médio --é melhor estar morto."

Fonte: Folha Online : http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u696080.shtml

(bom, é isso que dá tentar convencer as pessoas que um homem saudavel com 33 anos vivendo no oriente médio de 2000 anos atrás nunca tenha se casado ou ao menos tido uma amante ou namorada...Ninguém na biblia fazia sexo, todo mundo era filho de chocadeira? Jesus era solitário, Maria era virgem, Madalena era arrependida e os apóstolos eram todos solteiros...?)

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Máquina da sorte: como um povo tão evoluído como o japonês pode acreditar em uma tolice dessas ??



Aumenta procura por máquinas da sorte às vésperas do Ano Novo no Japão


Japoneses buscam as máquinas para ver se sua sorte vai mudar com a chegada do novo ano. Procura cresce 80% nesta época do ano


Para os asiáticos a chegada do Ano Novo agora no dia 14 de fevereiro deve ser precedida por orações e idas a templos, em busca de benção. No Japão, a tecnologia ajuda a benção a chegar mais cedo: em vez de consultar a sorte num templo, os japoneses recorrem a máquinas que adiantam como pode ser o novo ano. Às vésperas do Ano do Tigre, a procura pelas máquinas aumentou 80% em grandes cidades, como Tóquio e Kyoto. E como a crise financeira afetou o mundo inteiro, até a procura por máquinas com texto em inglês também aumentou bastante no país.Para os japoneses, omikuji são papéis que trazem ideogramas com a “sorte” de quem busca olhar para o futuro. A palavra quer dizer, literalmente, “loteria sagrada”. Antigamente, bastava ir a um templo à procura de “boa sorte” e escolher um entre as dezenas de papéis dispostos para os visitantes. Há algum tempo, porém, as bandejas com papéis vem sendo substituídas por máquinas parecidas como as que vendem bebidas e salgadinhos. Para usar, basta colocar o dinheiro e apertar o botão, que a máquina libera um papelzinho com a suposta benção. Há dezenas de bênçãos, que podem incluir de uma “grande benção” a uma “grande praga”. A sorte também diz respeito a determinados aspectos da vida, como saúde, dinheiro, amor e vida. Os papéis podem revelar se um desejo será atendido, uma viagem está por vir e até se a pessoa que se ama finalmente
Quando se tira uma “sorte ruim”, é costume dobrar o papel e grudá-lo a um pinheiro ou a uma cerca de arame ao lado de outros omikuji desafortunados. A razão é simples: a palavra em japonês para pinheiro é “matsu”, um trocadilho com o verbo esperar. Assim, em vez de deixar que o azar acompanhe a pessoa, ele ficaria esperando ao lado da árvore. Já para quem tirou uma sorte boa, é só guardar o papel para atrair somente coisas positivas para o novo ano. Embora a tradição seja respeitada mais pelas crianças, em tempos de recessão não custa buscar uma ajudinha dos deuses.
Fonte: Revista Época, link para materia completa:

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Moralidade não depende de religião, diz estudo.

No Estadão de hoje, 9/11:

De onde vem a religião? O fato de que todas as sociedades humanas conhecidas acreditam (ou acreditavam) em algum tipo de divindade - seja ela Deus, Alá, Zeus, o Sol, a Montanha ou espíritos da floresta - intriga os cientistas, que há tempos buscam uma explicação evolutiva para esse fenômeno.
Seria a religião uma característica com raiz evolutiva própria, selecionada naturalmente por sua capacidade de promover a moralidade e a cooperação entre indivíduos não aparentados de uma população? Ou seria ela um subproduto de outras características evolutivas que favorecem esse comportamento social independentemente de crenças religiosas?
A origem mais provável é a segunda, de acordo com um artigo científico publicado ontem na revista Trends in Cognitive Sciences. Os autores fazem uma revisão dos estudos já publicados sobre o tema e concluem que nem a cooperação nem a moralidade dependem da religião para existir, apesar de serem influenciadas por ela.
"A cooperação é possível graças a um conjunto de mecanismos mentais que não são específicos da religião. Julgamentos morais dependem desses mecanismos e parecem operar independentemente da formação religiosa individual", escrevem os autores.
"A religião é um conjunto de ideias que sobrevive na transmissão cultural porque parasita efetivamente outras estruturas cognitivas evoluídas."
O artigo é assinado por Ilkka Pyysiäinen, da Universidade de Helsinki, na Finlândia, e Marc Hauser, dos Departamentos de Psicologia e Biologia Evolutiva Humana da Universidade Harvard, nos Estados Unidos. Em entrevista ao Estado, Hauser disse que a religião "fornece apenas regras locais para casos muito específicos" de dilemas morais, como posições sobre o aborto ou a eutanásia. Já questões de caráter mais abstrato são definidas com base numa moralidade intuitiva que independe de religião.
Estudos em que pessoas são convidadas a opinar sobre dilemas morais hipotéticos mostram que o padrão de julgamento de religiosos é igual ao de pessoas sem religião ou ateias. Em outras palavras: a capacidade de distinguir entre certo e errado, aceitável e inaceitável, é intuitiva ao ser humano e independe da religião, apesar de ser moldada por ela em questões específicas.
"Isso pode sugerir como é equivocado fazer juízos sobre a moralidade das pessoas com base em suas religiões", disse ao Estado o pesquisador Charbel El-Hani, coordenador do Grupo de Pesquisa em História, Filosofia e Ensino de Ciências Biológicas da Universidade Federal da Bahia. "Entre os ateus, assim como entre os religiosos, há a variabilidade usual dos humanos.
Há ateus tão altruístas quanto Irmã Dulce, assim como há religiosos tão dados à desonestidade e a faltas éticas quanto pessoas não tão religiosas. (*)
"Segundo Hauser, o ser humano não tem uma propensão a ser religioso, mas sim a buscar causas e propósitos para o mundo ao seu redor - o que muitas vezes acaba desembocando em alguma forma de divindade.
Nesse caso, a religião seria um produto da evolução cultural, e não da evolução biológica. "O fato de algo ser universal não significa que faça parte da nossa biologia", diz o pesquisador de Harvard.Ele e Pyysiäinen sugerem que "a maioria, se não todos, dos ingredientes psicológicos que integram a religião evoluiu originalmente para solucionar problemas mais genéricos de interação social e, subsequentemente, foi cooptada para uso em atividades religiosas."
Ao estabelecer regras coletivas de conduta, a religião funcionaria como uma ferramenta de incentivo e controle da cooperação - tanto pelo lado da salvação quanto da punição.
"Que a religião está envolvida na cooperação não há dúvida. Mas dizer que ela evoluiu para esse propósito é algo completamente diferente", afirma Hauser.
(*) Vide post "Ateismo pode ser a forma mais cristã de se viver a vida", logo abaixo.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Padre Marcelo ensina como se salvar de um ataque de cão feroz. Só que para ele mesmo não funcionou!!


Padre Marcelo ensina em uma entrevista como alguém que está sendo atacado por um cão feroz deve agir para se safar. Segundo ele basta olhar para cima, não demonstrar medo e pensar em algo que traga paz e calma.
Ele, no caso, pensa em deus.
Em seguida nosso querido e midiático padre aparece em uma missa... todo estrupiado... e conta que foi atacado pelos cachorros de seus pais.
Vejam, é hilario: